Publicado em 10 Sep 2019

Ensaios: os sacos de lixo não conformes

Redação

Segundo o Inmetro, os resultados da análise evidenciaram que, apesar da ampla participação dos fabricantes no processo de elaboração de uma nova norma, não houve um efetivo compromisso por parte deles em implementar ações de melhoria e adequar seus produtos aos requisitos.

lixo2Da Redação –

O Inmetro realizou duas análises em sacos para acondicionamento de lixo residencial, em setembro de 1996, em que foram analisadas amostras de dez marcas de sete fabricantes, sendo cinco marcas com capacidade para 30 litros e cinco marcas com capacidade para 100 litros. Na ocasião, apenas uma foi aprovada nos ensaios, e quase todas apresentaram não conformidades como vazamentos e rasgos. Os resultados da primeira análise, realizada em 1996, revelaram a necessidade de rever a norma em vigor, que não era clara ao estabelecer critérios para os ensaios aplicáveis.



Estimulada pelo Inmetro, a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) desenvolveu um trabalho de revisão, com a ampla participação dos fabricantes, no sentido de melhorar a norma e a aplicabilidade dos ensaios. Considerando os resultados e as medidas corretivas adotadas, tornou-se necessário verificar novamente a tendência da qualidade das marcas disponíveis no mercado naciona...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica