Publicado em 30 Oct 2018

Há 100 anos, a gripe espanhola assolava São Paulo

Redação

Em sua forma mais virulenta e contagiosa, a gripe invadiu o país e se alastrou rapidamente do litoral aos sertões, colocando em xeque as ações sanitárias e os saberes médicos do período.

anna

Anna C. R. de C. Ribeiro

A epidemia de gripe pneumônica, ou influenza, não possui sua origem geográfica definida, contudo acredita-se que ficou conhecida como gripe espanhola por, durante a Primeira Guerra Mundial (1914-1918), a Espanha ter se mantido neutra, permitindo que sua imprensa noticiasse casos da nova peste na Europa, ocasionado assim a associação dos primeiros focos da epidemia a esse país.

Estudiosos estimam que a gripe espanhola, maior epidemia da história, tenha atingido entre 80% e 90% da população do planeta, alcançando 20 milhões de mortes entre os tempos finais da guerra e os meses iniciais de 1919.



Encontrando corpos castigados pelo conflito mundial e debilitados pela carestia, a gripe espanhola avançou continentes adentro em três surtos epidêmicos, aportando no Rio de Janeiro, então capital do Brasil, a bordo do navio Demerara, vindo de Liverpool, em 14 de setembro de 1918, depois de fazer escalas em Lisboa, R...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica