Publicado em 01 jan 2019

Os ensaios em compressores de refrigeração

Redação

Normalmente, um sistema de refrigeração contém o compressor que é o coração do sistema, pois cabe a ele a sucção e compressão do fluido refrigerante, possibilitando sua circulação por toda a unidade; o fluido refrigerante que absorve o calor no ambiente interno (evaporador) e o libera no ambiente externo pelo condensador; o condensador que transfere o calor do fluido refrigerante para o ambiente externo; o evaporador que transfere o calor do ambiente interno para o fluido refrigerante; o elemento de controle que é o tubo capilar ou válvula de expansão, que cria uma resistência à circulação do fluido refrigerante, causando um diferencial de pressão entre o condensador, a alta pressão, e o evaporador, a baixa pressão e o filtro secador que retém as impurezas e/ou umidade quando estão presentes no sistema.

compressor2Da Redação –

O compressor tem sido descrito como o coração de qualquer sistema de refrigeração é o equipamento responsável pela alteração da temperatura do ar, promovendo o aquecimento ou a refrigeração do ambiente. Sua função é receber e comprimir o fluido refrigerante vindo da evaporadora, elevando a pressão do gás e a temperatura nesse processo.

Após deixar o compressor, o gás passa novamente pelo condensador onde então é feita a troca de calor com o ambiente. Existem vários tipos de compressores, mas somente cinco deles são utilizados na climatização, sendo o alternativo e o rotativo os tipos mais usados nos aparelhos de ar-condicionado residenciais.



O rotativo é o mais econômico e silencioso dos compressores. Sua grande eficiência em energia ocorre pelo ar que é comprimido nas espirais internas do equipamento, onde mesmo que seu funcionamento aconteça em altíssima rotação, o trabalho é realizado com menos esforço e conse...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica