Publicado em 23 Feb 2021

O problema da integração entre sistemas ponto-a-ponto em TI

Redação

O apelo das soluções de integração ponto a ponto é que elas oferecem uma alternativa rápida e superficial para a troca de dados entre aplicativos. Mesmo quando as organizações descobrem que isso funciona bem como uma solução de integração para os dois primeiros aplicativos, muitas empresas simplesmente acabam insistindo. E é aí que está o problema. Com o tempo, todas as conexões ponto a ponto individuais e não documentadas levam a uma infinidade incontrolável de conexões auto desenvolvidas. Isso rapidamente se torna uma bomba-relógio insustentável na estrutura de TI.

Rodney Repullo – 

Decidir por uma plataforma de integração é uma decisão essencial e estratégica para qualquer empresa. Embora isso possa parecer um exagero, essa decisão não pode ser ignorada, especialmente à medida que a empresa cresce e sua infraestrutura de aplicações se torna cada vez mais complexa e heterogênea. O risco de causar prejuízo aos negócios é alto, sem uma decisão adequada.

A realidade, no entanto, é que muitas empresas acabam confiando na integração ponto a ponto - ou seja, integração por codificação manual de sistema para sistema - para resolver problemas de sincronização de dados. Este procedimento é visto como uma maneira econômica de lidar com problemas de sincronismo de dados, pois apenas o curto prazo está no radar do gestor.

A médio-longo prazo os resultados não são os melhores e podem trazer consequências duras e amargas para os negócios. Os dados são ativos fundamentais para as empresas e seus negócios e todas as ações de uma organização empresarial dependem disso, e os tomadores de decisão acabam confiando no fato de que eles - os dados - estão sempre atualizados e acessíveis a qualquer ...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica