Publicado em 23 Feb 2021

Os documentos de inspeção das próteses cirúrgicas

Redação

Os implantes e as próteses fazem parte da família dos produtos médicos e podem ser definidos como sendo qualquer produto médico projetado para ser totalmente introduzido no corpo humano ou para substituir uma superfície epitelial ou ocular, por meio da intervenção cirúrgica, e destinado a permanecer no local após a intervenção. Também é considerado um produto médico implantável, qualquer produto médico destinado a ser parcialmente introduzido no corpo humano através de intervenção cirúrgica e permanecer após esta intervenção por longo prazo. As órteses são aparelhos de uso provisório que permitem alinhar, corrigir ou regular uma parte do corpo. Auxiliam nas funções de um membro, órgão ou tecido para evitar deformidade e compensar insuficiências funcionais que foram causadas por acidentes ou problemas de saúde. O objetivo é dar assistência mecânica ou ortopédica ao paciente. Até os óculos de grau é considerado uma órtese. Elas podem ser externas, como bengalas, muletas, colares cervicais, andadores, coletes, aparelhos auditivos, lentes de contato, aparelhos ortodônticos, palmilhas ortopédicas, joelheiras, munhequeiras; e internas, como marca-passo, instrumentos para estabilizar a coluna, bombas de infusão. Deve-se compreender as especificações do material ou componente metálico fornecido, as quais estabelecem os requisitos e as condições técnicas para a entrega destes materiais e componentes metálicos.

Da Redação – 

As órteses, próteses e materiais especiais são insumos utilizados na assistência à saúde e relacionados a uma intervenção médica, odontológica ou de reabilitação, diagnóstica ou terapêutica. Esses insumos são complexos e têm múltiplos atores e interesses envolvidos que se inter-relacionam: pacientes, médicos, outros profissionais da saúde, fabricantes e fornecedores de insumos e hospitais, e cada qual assume sua parcela de responsabilidade na cadeia de utilização.

As órteses dinâmicas são frequentemente confundidas com próteses. Elas permitem a mobilidade controlada de articulações específicas através da aplicação de tração, que atua guiando o movimento e restringindo algumas ações. Como é o caso da órtese feita por impressão em 3D, que dá suporte ao movimento dos membros superiores por meio da tração por elásticos. A prescrição da órtese é feita com diagnóstico do terapeuta ocupacional, já que é encomendada sob medida e seu uso pode ser definitivo ou temporário.

Elas podem ser externas, como a perna mecânica, dentaduras, prótese mamária; e internas, como a prótese articular, prótese não convencional ...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica