Publicado em 14 ago 2018

Interlúdio sobre o futuro

Redação

A visão corriqueira de que o futuro será o presente vitaminado é uma simplificação sem graça e que não se sustenta.

peter

Peter Schulz

Interlúdio é uma pausa na discussão sobre ciência & universidade para abordar um assunto pautado há mais de um ano e que venho procrastinando, que nada mais é que empurrar para o futuro. A ideia veio de uma dica por whatsapp sobre uma matéria publicada no El Pais: “Há uma inveja equivocada do futuro: astrofísica contra as utopias que nasceram em séries de TV” (I).

A dica (II) me fez lembrar que o futuro foi o fio condutor da disciplina “Língua, Linguagem e Discurso”, quando a ministrei na Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA) da Unicamp. Futuro é assunto sério.



Começando pela matéria recente, o texto chama a atenção para uma série de postagens pelo Twitter da astrofísica Katie Mack (III) que tem mais de 270 mil seguidores. Ela abre a série com o seguinte texto: “Amigos, precisamos falar sobre o futuro. Não é mais aceitável reclamar sobre não termos mochilas a jato e carros voadores. Séries de TV antigas criaram uma ...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica