Publicado em 10 Nov 2020

O eletropolimento de aços em produtos para a saúde

Redação

O eletropolimento é o processo eletroquímico de redução da rugosidade de uma superfície metálica, quando tornada anódica em uma solução apropriada, sendo essencialmente uma técnica de galvanização reversa que pode ser realizada em quase qualquer liga metálica. Usando uma combinação de produtos químicos e corrente elétrica, o eletropolimento remove cuidadosamente as imperfeições superficiais e os contaminantes das peças de metal. Ele pode ser usado para remover manchas de calor e óxido, sendo frequentemente usado como uma alternativa mais agressiva à passivação e não requer um tratamento separado. Como o processo remove a camada externa de metal, os contaminantes incorporados, que podem causar corrosão subsuperficial, são eliminados. A parte eletropolida é deixada em uma condição homogênea e passiva que oferece resistência à corrosão superior à passivação química. A passivação de metal, semelhante ao eletropolimento, é uma operação de acabamento de metal que muitas indústrias especificam para suas peças. A passivação é um processo químico projetado para aumentar a resistência à corrosão das peças de aço inoxidável, removendo o ferro livre e outras matérias estranhas da superfície do metal. Para passivar as peças de aço inoxidável, elas são colocadas em uma cesta e submersas em banho de ácido nítrico ou cítrico. A concentração de ácido, a temperatura e o tempo que a peça passa no banho dependem da liga de aço inoxidável da própria peça. O processo de passivação do aço inoxidável remove efetivamente o ferro livre e os materiais estranhos da superfície da peça, deixando a peça limpa e mais resistente à corrosão. O aço inoxidável passivado, no entanto, não se beneficia da remoção de tonalidade térmica ou incrustação de óxido como resultado do tratamento térmico ou soldagem. Além de dar à peça um acabamento limpo, o processo não clareia ou altera a aparência da peça. A obtenção de uma parte livre de contaminantes com passivação também pode exigir uma operação de pré-limpeza, por exemplo, desengraxe a vapor ou limpeza alcalina. Muitos tipos de aço inoxidável podem ser tratados com passivação para remover ferro livre e contaminantes da superfície. No entanto, a passivação do aço inoxidável não é recomendada para alguns tipos de aço inoxidável devido aos níveis inadequados de cromo e níquel. A passivação do aço inoxidável também não é recomendada para peças que foram soldadas ou brasadas. É importante conhecer os requisitos e métodos de ensaio para a avaliação da condição de passivação da superfície tratada, bem como as informações a serem supridas pelo fabricante de produto para a saúde, quando da contratação do serviço de eletropolimento.

Hayrton Rodrigues do Prado Filho – 

Existem muitas maneiras diferentes de se fazer o acabamento de um metal de forma personalizada, desde lixar a superfície para torná-la áspera ou alisá-la, passivá-la, galvanizar, mergulhá-la em um polímero e eletropolir; as opções são incrivelmente variadas. Um dos acabamentos mais usados em aplicações médicas e farmacêuticas é o eletropolimento de aço inoxidável, porque fornece vários benefícios cruciais para personalizar os fios e as chapas de metal relevantes para a indústria.

O eletropolimento, ou polimento eletroquímico, é o processo de remoção de material de uma peça metálica, reduzindo a rugosidade da superfície e nivelando os picos e os vales microscópicos, o que, por sua vez, melhora o acabamento da superfície. Isso é frequentemente usado no lugar do polimento mecânico do aço inoxidável, que pode ser altamente abrasivo.

Os procedimentos de eletropolimento do aço inoxidável são semelhantes aos procedimentos de passivação, pois usam um banho químico para ajudar a remover as impurezas da superfície do metal. No entanto, há uma diferença fundamental: o eletropolimento de aço...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica