Conheça o líder nível 5, o gestor do século XXI

Devemos nos lembrar de que como líder o importante não é o que acontece apenas quando você está, mas o que acontece quando você não está.

berg

Ernesto Berg

O bem mais importante do líder é a sua habilidade em lidar com pessoas, porque liderar é uma questão essencialmente humana, não técnica. Claro que o lado técnico é importante e não pode ser relegado ao segundo plano. Contudo, o que define a figura do líder é a sua capacidade de motivar e aglutinar pessoas e equipes em torno de um propósito significativo e fazer com que os objetivos sejam atingidos.

Porém, ser chefe não faz de você um líder. Por isso mesmo, nem todo chefe é líder, porque chefe é simplesmente uma pessoa dotada de autoridade formal, mas não necessariamente tem competência interpessoal para comandar pessoas. Esse tipo de “chefe” ainda é encontrado em muitas empresas, porque é comum guindar um funcionário à posição de chefia por ser um “bom técnico” ou um funcionário “muito trabalhador” que merece a promoção.

O que acaba acontecendo – volta e meia -, é que você perde um “bom técnico” ou um funcionário “muito trabalhador” e ganha, em troca, um mau chefe que não tem aptidão para lidar com pessoas e organizar o trabalho da área. Não há nada de errado a empresa apostar num funcionário que se destaca e investi-lo numa função de comando, afinal a liderança pode ser ensinada e aprendida.

Todavia, antes que isso aconteça, o mais sensato seria treiná-lo em chefia, liderança e outras atribuições típicas de comando visando prepará-lo para o cargo, em vez de correr o risco de comprometer seu trabalho e o da equipe.

Não obstante, liderança vai além disso, porque o que o gestor faz, isto é gerência; o como ele inspira e motiva os outros a fazer, isto é liderança. E isto é mais do que muitas chefias sabem fazer porque não receberam preparo adequado.

A Liderança Nível 5 é um conceito desenvolvido por Jim Collins da Universidade de Harvard. Após vários anos de pesquisa Collins descobriu que todas as grandes organizações bem-sucedidas que ele estudou eram lideradas por aquilo que ele denominou Líderes Nível 5. Esses líderes têm uma rara combinação de feroz determinação com humildade.

Descobriu, também, que além de humildes eles não procuram o sucesso para sua glória pessoal; antes, consideram o sucesso como algo indispensável para o desenvolvimento de equipes e organizações. Eles repartem os créditos do sucesso com todas as pessoas envolvidas e são os primeiros a assumirem a culpa por erros cometidos. Segundo Collins, são pessoas serenas, mas muito destemidas quando têm que tomar decisões, especialmente aquelas que a maioria considera arriscadas.

Collins diz que o Líder Nível 5 possui todas as qualificações dos 4 níveis anteriores, e para chegar ao nível 5, necessariamente você deve ter as habilidades e competências de cada um dos níveis precedentes. Vejamos as características dos 5 níveis.

Nível 1. Esse é o nível da alta capacidade individual. Você tem alto nível de conhecimento profissional e possui talentos e habilidades para executar um bom trabalho.

Nível 2. Esse é o nível em que você contribui bastante como membro de equipe. Você usa seus conhecimentos e habilidades para ajudar a equipe ser bem-sucedida. Você trabalha eficazmente e se relaciona muito bem com os colegas.

Nível 3. Esse é o nível do administrador competente. Aqui você é capaz de estruturar e gerenciar eficientemente o grupo para atingir metas e objetivos específicos.

Nível 4. É o nível do líder eficaz. Aqui vamos encontrar a maioria dos bons líderes de uma empresa. Nessa categoria você é capaz de estimular e concentrar os esforços do departamento, ou mesmo da organização, para atingir elevados patamares de desempenho e incutir nas pessoas a visão do negócio.

Nível 5. O grande líder. Neste nível você tem todas as habilidades dos níveis anteriores, mas também, uma combinação única de humildade e determinação, características dos grandes líderes.

Então, como gestor, em que nível você está? Collins fala que você pode desenvolver as características do líder nível 5 assumindo determinados comportamentos, que são: adotar a humildade como princípio de ação, solicitar ajuda quando precisar, assumir responsabilidade por erros da equipe, desenvolver a autodisciplina, recrutar as pessoas certas para o trabalho e liderar com entusiasmo.

Ernesto Berg é consultor de empresas, professor, palestrante, articulista, autor de 18 livros, especialista em desenvolvimento organizacional, negociação, gestão do tempo, criatividade na tomada de decisão, administração de conflitos – berg@quebrandobarreiras.com.br



Categorias:Opinião

Tags:,

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: