Publicado em 12 Feb 2019

Rebites não normalizados podem ter ajudado na tragédia do Titanic

Redação

Um automóvel, um avião ou um navio são compostos por diversas estruturas que devem ser unidas de maneira eficiente e segura. Uma união é normalmente desempenhada por juntas que podem ser rebites, parafusos, solda ou adesivo. A principal finalidade deles é a de resistir e transferir esforços de maneira que não sobrecarreguem a estrutura, que está sujeita a diferentes tipos de carregamento tais como: rajadas de vento, vibrações, variações de temperatura e o carregamento próprio especificado pela estrutura da máquina. Assim, o rebite é utilizado quando se deseja transferir carga por cisalhamento e o parafuso por carga axial. A principal vantagem dos parafusos é que tornam o conjunto desmontável e a do rebite é seu baixo peso. O papel das juntas neste tipo de estruturas é de grande importância já que torna viável o uso de peças intercambiáveis e de tamanho reduzido na montagem. No entanto, os rebites e os parafusos são concentradores de tensão na região da união, ficando essa área mais suscetível à ocorrência e propagação de trincas. E, devido a este fenômeno torna as juntas muitas vezes responsáveis pelas falhas estruturais. Por isso, os rebites precisam cumprir a norma técnica em sua fabricação para não haver riscos às pessoas e danos materiais aos equipamentos.

mauricio1

Mauricio Ferraz de Paiva

Quando do seu lançamento em 1912, o Titanic foi considerado o maior navio de passageiros do mundo, e foi construído a partir das mais avançadas tecnologias disponíveis na época. Mas os rebites usados na sua construção podem não ter sido de boa qualidade.

Pesquisadores que investigam o naufrágio do Titanic descobriram que a construtora pode ter utilizado rebites e materiais similares de qualidade inferior, o que os torna quebradiços e propensos a fraturas. Essa suspeita se confirmou após a leitura dos arquivos do próprio construtor, projetista da Harland & Wolff – empresa responsável pelo Titanic. Na época, não estava muito fácil de encontrar fixadores de qualidade no mercado, pois foram construídos os três maiores navios do mundo de uma vez: Titanic, Olympic e Britannic. Cada um deles precisou de três milhões de rebites para fixar os materiais.



Além disso, foram recuperados 48 rebites do casco d...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica