Publicado em 13 Apr 2021

A Qualidade dos dispositivos de intertravamento para a segurança em máquinas

Redação

Um dispositivo de intertravamento pode ser dispositivo mecânico, elétrico ou de outro tipo, cujo propósito é prevenir a execução das funções perigosas da máquina sob condições específicas (geralmente enquanto uma proteção estiver aberta). Os intertravamentos mais usuais são os comandos elétricos ou interfaces de segurança, responsáveis por realizar o monitoramento, que verificam a interligação, posição e funcionamento de outros dispositivos do sistema e impedem a ocorrência de falha que provoque a perda da função de segurança, como relés de segurança, controladores configuráveis de segurança e controlador lógico programável. A proteção com intertravamento é aquela associada a um dispositivo de intertravamento que, em conjunto com o sistema de comando da máquina, realiza as seguintes funções: impede a máquina de executar as suas funções perigosas cobertas pela proteção, até que a proteção esteja fechada; se a proteção for aberta, durante a operação das funções perigosas da máquina, executa o comando de parada: e quando a proteção for fechada, a execução das funções perigosas da máquina cobertas pela proteção podem ser executadas (o fechamento da proteção não inicia por si só a operação de tais funções). O intertravamento tem o objetivo de impedir o funcionamento da máquina, sob condições específicas. Por exemplo, uma chave instalada no circuito elétrico com a finalidade de cortar a alimentação e impedir que a ação de uma pessoa seja praticada. Dessa forma, as proteções fixas devem ser mantidas em sua posição de modo permanente ou por meio de elementos de fixação que só permitam sua remoção ou abertura com o uso de ferramentas (ex: proteção com grade fixada por parafusos), ao contrário das proteções móveis, que podem ser abertas sem o uso de ferramentas. É importante entender os princípios para o projeto e a seleção - independentemente da natureza da fonte de energia - de dispositivos de intertravamento associados às proteções.

Da Redação – 

Um intertravamento pode ser definido como um dispositivo que impede de se fazer uma manobra inadequada ou ajusta o sistema para um estado seguro se for feita uma manobra inadequada. No contexto de segurança, os intertravamentos podem evitar que um usuário execute ações inseguras ou minimizar o risco de ações inseguras, deixando a máquina em uma condição segura quando ocorre uma manobra insegura.

Por exemplo, uma proteção pode ser intertravada para evitar a operação da máquina quando uma proteção é removida, ou um controle pode ser intertravado para torná-lo inoperante se ocorrer uma condição perigosa. Os bloqueios de segurança podem ter recursos adicionais ou combinados para reduzir os riscos.

Muitas normas de produtos exigem intertravamentos tanto em equipamentos industriais quanto em produtos de consumo diário. Há exemplos de produtos de consumo que incorporam travas. A remoção de uma proteção em um processador de alimentos impede a operação do motor e da lâmina, reduzindo assim a oportunidade de ferimentos na lâmina giratória (exemplo de proteção).

A remoção da porta de acesso ao filtro em um...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica