Publicado em 04 May 2021

A Qualidade dos produtos à base de orto e polifosfatos para saneamento básico

Redação

Para que a água possa ser consumida é necessário que seja potável, ou seja, não possua micro-organismos que possam desencadear doenças, não ter impurezas, possuir flúor e sais minerais. As principais características que classificam a água como própria para consumo, ou seja, potável, são: não conter organismos que possam causar doenças, ser incolor, inodora e com sabor indefinível, apesar de ser possível diferenciá-la de outros líquidos. É por causa desses diversos elementos que ingerir a água de um rio, represa ou lago não se trata de algo viável, pois ela pode apresentar um grande número de impurezas. Essas, em grande parte, são derivadas de ações dos seres humanos que vêm poluindo, há tempos, boa parte da água do mundo. Dentre essas ações errôneas, podem ser destacados o descarte de resíduos industriais e esgoto. A poluição que afeta as águas faz com que seja necessário o tratamento dela antes de ser consumida pela população, evitando contaminações e adversidades. Na fase de tratamento de água os profissionais envolvidos são químicos, biólogos e outros profissionais de áreas ligadas aos laboratórios. Suas etapas são a oxidação; coagulação; floculação; decantação; filtração; desinfecção; fluoretação; correção do pH; e uso dos produtos à base de orto e polifosfatos. Eles são acrescentados apenas no final porque, dessa forma, toda a tubulação do processo fica protegida contra corrosão e oxidação. Consumir água que não é tratada de forma correta pode ocasionar em problemas variados, pois ela pode estar contaminada por seres vivos como microrganismos e vermes que provocam doença no organismo. Um exemplo sério de contaminação na água é a presença de esquistossomos, que são os vermes que causam a esquistossomose. Uma outra possibilidade é que a água pode estar poluída excessivamente com determinadas substâncias tóxicas, como o mercúrio, que se trata de um metal extremamente denso e venenoso que costuma ser utilizado por garimpeiros nas margens dos rios para ajudar na separação de ouro e outras partículas. O óleo descartado pelos navios nas águas marinhas também é uma substância poluente. Saiba quais são as especificações técnicas, a amostragem e a metodologia de ensaios dos produtos à base de orto e polifosfatos para utilização no tratamento de água para consumo humano, além de requisitos toxicológicos e de desempenho.

Da Redação – 

No caso do saneamento básico, é o conjunto de medidas que visa preservar ou modificar as condições do meio ambiente com a finalidade de prevenir doenças e promover a saúde, melhorar a qualidade de vida da população e à produtividade do indivíduo e facilitar a atividade econômica. No Brasil, o saneamento básico é um direito assegurado pela Constituição como o conjunto dos serviços, infraestrutura e instalações operacionais de abastecimento de água, esgotamento sanitário, limpeza urbana, drenagem urbana, manejos de resíduos sólidos e de águas pluviais.

Embora atualmente se use no Brasil o conceito de saneamento ambiental como sendo os quatro serviços citados, o mais comum é o saneamento seja visto como sendo os serviços de acesso à água potável, à coleta e ao tratamento dos esgotos. Ter saneamento básico é um fator essencial para um país poder ser chamado de país desenvolvido. Os serviços de água tratada, coleta e tratamento dos esgotos levam à melhoria da qualidade de vidas das pessoas, sobretudo na saúde Infantil com redução da mortalidade infantil, melhorias na educação, na expansão do turismo, na valoriza...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica