Publicado em 07 Sep 2021

Como recuperar as válvulas automáticas, registros e engates de botijão de GLP

Redação

Os cuidados necessários ao trocar um botijão são vários e importantes. O botijão não explode porque existe uma válvula de alívio de pressão. O problema é provocado com a grande quantidade de gás no ambiente. Ainda mais se alguém acender um fósforo ou algo que solte uma fagulha. Não é bom deixar panos e sacolas atrás do fogão, assim como, não instalar a mangueira atrás do eletrodoméstico. O ideal é deixar ao lado. Outra recomendação é não deitar o botijão para aproveitar o fim do gás. Força o regulador de pressão, como a mangueira, e o gás pode escapar e provocar um acidente, além dos resíduos do botijão que podem entupir o fogão. Assim, a recuperação das válvulas é um processo de ajuste destinado à adequação de válvulas, registros e engates, com e sem dispositivo de segurança para o retorno das condições de uso descritos nesta norma, funcionamento e segurança em recipientes transportáveis de GLP. Uma rosca danificada, interna e externa com filetes danificados e/ou que não permite a fixação e/ou não proporcione a vedação estanque após a montagem, pode ser devido aos defeitos ou desgaste que impeçam sua utilização, válvula automática dispositivos mecânicos que, conectados direta e permanentemente à zona de vapor dos recipientes transportáveis de aço para gases liquefeitos de petróleo, permitem o enchimento e a retirada de gás, podendo ser dotados de dispositivo de segurança. Os registros são os dispositivos mecânicos conectados direta e permanentemente à zona de vapor dos recipientes transportáveis de aço para gases liquefeitos de petróleo. Estes registros são dotados de um dispositivo mecânico de alivio de pressão (válvula de segurança tipo mola). A rosca de fixação é a parte roscada do corpo da válvula ou registro que promove o acoplamento e a fixação ao recipiente e a rosca de utilização é a parte roscada do corpo da válvula, registro ou engate que permite a conexão para enchimento ou consumo do GLP. Deve-se entender os requisitos para a recuperação de válvulas automáticas, registros e engates, com e sem dispositivo de segurança, para recipientes transportáveis de aço para até 90 kg de gás liquefeito de petróleo (GLP).

Da Redação – 

O regulador de pressão, popularmente conhecido como registro, é um dispositivo que fica conectado direto ao botijão para reduzir a alta pressão do gás que vai para os equipamentos, como o fogão, por exemplo, para um nível seguro e adequado. Essa redução de pressão pode ser de mais de 300 vezes. Portanto, trata-se de equipamento essencial para garantir a segurança e a boa utilização do GLP.

No regulador convencional, a mangueira e a válvula de bloqueio manual ficam acoplados ao bico escama, conhecido como bico mamadeira. O seu interior tem uma mola que pressiona um diafragma. Além disso, ele tem abas laterais que facilitam a sua conexão com o botijão, as chamadas borboletas, e também uma rosca para conectar com a válvula do botijão.

Em relação à válvula de segurança (para recipientes transportáveis de aço para 20 kg de GLP), na inspeção visual, todos os corpos das válvulas que apresentarem sextavados danificados e deformados devem ser inutilizados. Os sextavados devem ser verificados de acordo com o calibrador tipo anel e os sextavados dos corpos das válvulas que atravessarem totalmente o calibrador an...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica