Publicado em 04 Jan 2022

A irrigação sempre vai influenciar no sucesso da agricultura

Redação

A irrigação é uma técnica de fornecimento de água que, quando utilizada em conjunto com as demais boas práticas agronômicas, permite alcançar a máxima produção. No Brasil, a agricultura irrigada está presente em todas as regiões, especialmente onde há escassez de água, como é o caso da região do semiárido, ou onde ocorrem períodos prolongados de seca. Ela é, provavelmente, o uso mais importante da água e as estimativas variam, mas cerca de 70% de todas as retiradas de água doce do mundo vão para usos em irrigação. A agricultura em grande escala não poderia fornecer alimentos para as grandes populações do mundo sem a irrigação dos campos agrícolas pela água obtida de rios, lagos, reservatórios e poços. Sem a irrigação, as safras nunca poderiam ser cultivadas nos desertos da Califórnia, em Israel ou em uma plantação particular de tomate. A irrigação existe desde que os humanos cultivam plantas. A primeira invenção do homem depois de aprender a cultivar plantas a partir de sementes foi provavelmente um balde. Os povos antigos devem ter tido costas fortes por terem de carregar baldes cheios de água para despejar sobre suas primeiras plantas. Derramar água nos campos ainda é um método comum de irrigação hoje, mas outros métodos mais eficientes e mecanizados também são usados. Um dos métodos mecanizados mais populares é o sistema de irrigação de pivô central que usa pistolas de pulverização móveis ou torneiras pingando em tubos com rodas que giram em torno de uma fonte central de água. Os campos irrigados por esses sistemas são facilmente vistos do ar como círculos verdes. Existem muitas outras técnicas de irrigação que os agricultores usam atualmente, pois sempre há a necessidade de encontrar formas mais eficientes de usar a água para irrigação. Outro método é o uso do microaspersor, um dispositivo que distribui água, de forma pulverizada ou não, com ou sem movimento rotativo de partes dele, na forma de jatos fracionados em pequenas gotas, finos jatos contínuos ou em formato de leque. O microaspersor regulado ou microaspersor compensador de pressão possui uma vazão relativamente constante, mediante pressões variáveis em sua entrada, dentro dos limites especificados pelo fabricante como intervalo de compensação. O não regulado ou não compensador de pressão possui uma vazão variável mediante pressões variáveis em sua entrada.

Da Redação – 

A agricultura alimentada pela chuva é a aplicação natural da água ao solo por meio direto, porém, depender da chuva tem menos probabilidade de resultar na contaminação de produtos alimentícios, mas está sujeito à escassez de água quando as chuvas são reduzidas. Por outro lado, as aplicações artificiais de água aumentam o risco de contaminação.

A irrigação é a aplicação artificial de água no solo por meio de vários sistemas de tubos, bombas e sprays. Ela é geralmente usada em áreas onde as chuvas são irregulares ou épocas de seca ou onde a falta de água é esperada. Existem muitos tipos de sistemas de irrigação, nos quais a água é fornecida a todo o campo de maneira uniforme.

A água de irrigação pode vir de lençóis freáticos, por meio de nascentes ou poços, de águas superficiais, de rios, lagos ou reservatórios, ou mesmo de outras fontes, como esgoto tratado ou água dessalinizada. Como resultado, é fundamental que os agricultores protejam sua fonte de água agrícola para minimizar o potencial de contaminação. Como acontece com qualquer remoção de água subterrânea, os usuários de água de irrigação precisa...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica