Publicado em 23 Mar 2021

As dimensões do engate rápido macho em sistemas pneumáticos

Redação

Um dos produtos mais utilizados nos sistemas pneumáticos são as conexões de engate. Elas são empregadas em setores industriais como, por exemplo, áreas comerciais, setor hospitalar, indústria de máquina, entre outros ambientes. Também contribuem para a execução de atividades nas quais é necessário obter um controle do fluxo em circuitos que utilizam alta pressão. São utilizadas para a união entre mangueiras e tubos em um sistema que utiliza o ar comprimido. Existem diferentes tipos e modelos de conexões pneumáticas e cada uma possui características e funcionalidades de acordo com o ambiente. As conexões machos possui a estrutura parecida com um espigão, sendo mais comprida e serve para se conectar às conexões fêmea. Essas são outro tipo de engate rápido e possui o corpo confeccionado para receber o encaixe da conexão macho através de um encaixe interno. Os modelos de engate rápido suportam uma pressão de trabalho de 1 MPa, 1,6 MPa e 2,5 MPa (10 bar, 16 bar e 25 bar), a vedação é em NBR e o rosqueamento é em BSP. A fabricação é feita utilizando o latão niquelado, material que proporciona excelente durabilidade, resistência à corrosão, abrasão e umidade. Além de ser um modo de facilitar os procedimentos e ser um modo de contribuir para a segurança das atividades e do local de trabalho, os engates rápidos também proporcionam benefícios variados: evitar vazamentos de substâncias no ambiente, auxiliar na economia de custos relacionados ao consumo de energia, aperfeiçoar a aplicação na indústria através da versatilidade, facilitar o manuseio dos equipamentos em que são instaladas. Deve-se conhecer as dimensões e as tolerâncias assim como a intercambiabilidade dos engates rápidos pneumáticos, além das especificações e as orientações de aplicação, e os testes a serem aplicados no engate rápido macho junto com o engate rápido fêmea.

Da Redação – 

Os princípios dos sistemas pneumáticos são os mesmos dos hidráulicos, porém, eles transmitem energia utilizando um fluido gasoso ao invés de fluído liquido. O ar comprimido é geralmente o mais utilizado, mas o nitrogênio ou outros gases inertes também podem ser escolhidos para aplicações especiais. Dentro do sistema pneumático, o ar é geralmente bombeado em um depósito com a ajuda de um compressor.

O depósito segura um grande volume de ar comprimido que será utilizado pelo sistema quando for necessário. O ar atmosférico contém sujeiras, vapor de água e outros contaminantes, por isso filtros e secadores de ar são necessários para mantê-lo limpo e seco, o que aumenta sua confiabilidade e vida útil dos componentes e do sistema como um todo. Os sistemas pneumáticos também utilizam uma variedade de válvulas para controle de direção, pressão e atuadores de velocidade.

A maioria dos sistemas pneumáticos atua a pressões de cerca de 100 psi ou menos. Por causa da pressão menor, os cilindros e outros atuadores devem ser de um tamanho maior que os outros componentes que aplicam uma força equivalente. Por exemplo...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica