Publicado em 11 Dec 2018

Tecnologia quântica permite monitoramento não invasivo de atividade cardíaca fetal

Redação

O eletrocardiograma não pode ser aplicado no monitoramento da atividade cardíaca fetal, uma vez que não é possível posicionar eletrodos em contato direto com o feto.

quantica2

Luciana Schmidt

quantica3

Gabriel Landi

O batimento do coração se dá através de pulsos elétricos que ativam os músculos responsáveis por bombear o sangue pelo corpo. Esses pulsos podem ser medidos posicionando eletrodos no corpo do paciente, técnica conhecida como eletrocardiograma. Devido à sua simplicidade e eficiência, este procedimento tornou-se corriqueiro no diagnóstico de doenças cardíacas.

O eletrocardiograma, no entanto, não pode ser aplicado no monitoramento da atividade cardíaca fetal, uma vez que não é possível posicionar eletrodos em contato direto com o feto. Isso representa um grande empecilho no diagnóstico de doenças cardíacas intraútero, uma vez que a informação obtida através de técnicas como a ultrassonografia são muito menos detalhadas.

...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica