Publicado em 30 jun 2020

De reativo a proativo

Redação

Deve-se adicionar as revisões de gestão aos ciclos de planejamento dos negócios para aumentar o seu valor.

Michael Mills – 

Qualidade significa conseguir o que se deseja, mas pode ser difícil acompanhar o que de verdade se deseja. Felizmente, há um aplicativo para isso – as análises de gestão.

As análises críticas da gerência são um requisito da ISO 9001 desde o início, mas, com muita frequência, são feitas apenas para deixar um auditor feliz. Mas os requisitos da ISO 9001:2015 abriram uma janela. Ao adicionar novos tópicos a serem abordados, a norma ofereceu a chance de fazer com que as análises de gerenciamento façam parte do ciclo de planejamento de negócios e obter o engajamento positivo - e não apenas a tolerância passiva - da gerência sênior.

Há muitas maneiras de tornar as análises gerenciais chatas - ao longo dos anos, usei a maioria delas. A chave para torná-las atraentes é olhar além do próprio sistema de gestão da qualidade (SGQ). As partes interessadas, por exemplo, não são apenas seus clientes, fornecedores e reguladores. Eles também são seus concorrentes, indústria, funcionários, suas famílias e vizinhança. As expectativas não são apenas produtos livres de defeitos, mas funcionários ansiosos para vir trabalhar todas as manhãs.

Quanto aos riscos e oportunidades - um concorrente está furtando sua equipe? Poderia um problema político global aumentar seus custos? As novas tecnologias tornarão seu principal produto obsoleto em cinco anos? Se sim, coloque-os na lista. Cada uma delas pode impedir que se obtenha os resultad...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica