Publicado em 23 Feb 2021

As especificações das cordoalhas de aço para estruturas de concreto protendido

Redação

Uma cordoalha de aço é um conjunto de fios de aço que se entrelaçam em forma de hélice e possuem um alto teor de carbono. Esta união de fios de aço resulta em um material resistente e mais leve ao mesmo tempo. O uso deste tipo de material é recomendado para o concreto de protensão que é feito com cordoalhas de aço que foram submetidas a um esforço máximo para só então receberem o concreto que formará as estruturas. Este tratamento aumenta a resistência e ao mesmo tempo garante leveza arquitetônica. Deve-se entender as especificações para fabricação, encomenda, fornecimento e recebimento de cordoalhas de aço de alta resistência de três e sete fios, nuas, entalhadas ou revestidas (engraxadas e plastificadas), destinadas às armaduras de pré-tensão e pós-tensão.

Da Redação – 

Protender uma estrutura de concreto é fazer uso de uma tecnologia eficaz e duradoura, pois ela permite que se aproveite ao máximo a resistência mecânica dos seus principais materiais constituintes, o concreto e o aço, reduzindo assim suas quantidades. Sua eficácia é devida à sua superioridade técnica sobre soluções convencionais, proporcionando estruturas seguras e confortáveis.

Além disso, é uma estrutura duradoura porque possibilita longa vida útil aos seus elementos. Só estas características já justificariam o uso da protensão em estruturas. Mas além disso tudo, uma das principais vantagens das soluções em concreto protendido é o fato de elas possibilitarem ótimas relações custo-benefício.

A protensão pode resultar, em muitos casos, em estruturas com baixa ou nenhuma necessidade de manutenção ao longo de sua vida útil, além de permitir outras características como grandes vãos; controle e redução de deformações e da fissuração; possibilidade de uso em ambientes agressivos; projetos arquitetônicos ousados; aplicação em peças pré-fabricadas; recuperação e reforço de estruturas; e lajes mais esbeltas d...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica