Publicado em 05 Oct 2021

As qualificações e as competências do soldador de tubos e conexões poliméricos

Redação

O soldador de tubos e conexões poliméricos é um profissional capacitado para executar soldagem em tubos e conexões de polietileno (PE 80 e PE 100) e/ou de poliamida não plastificada (PA-U 11 e PA-U 12). O método de soldagem dos polímeros por meio da eletrofusão é notoriamente mais preciso e menos trabalhoso, porém mais específico e difícil de aplicar em qualquer ambiente. Basicamente, as duas seções a serem soldadas são inseridas em uma conexão (ou luva), que possui dois terminais do lado de fora. No interior dessa conexão, existem resistências que vão se encarregar de aumentar a temperatura quando a energia for ligada na fonte externa, que gera uma corrente alternada. Com a energia saindo da fonte e entrando no conector com as resistências, a temperatura aumenta no interior e o processo de fusão do polímero começa. O conector se funde e expande em direção aos tubos, que por sua vez também se expande em direção ao conector. Como os dois materiais estão em estado líquido, há a interligação em nível molecular. Quando eles se resfriam, novos cristalinos se formam e a soldagem se estabelece. O diferencial desse processo é a simplicidade e a vedação automática com o conector, que gera um processo espontâneo de pressão gerada no seu interior. Dessa forma, o próprio conector funciona como agente de pressão de solda e, consequentemente, vedação. A solda termofusão se apresenta como uma alternativa viável de fusão e, respeitando as normas e a capacitação dos soldadores, garante qualidade e produtividade. A solda termofusão é aplicada sem a necessidade de luvas, o que é um pouco mais complicado que a eletrofusão. Por não ter esse conector, deve ser aplicada pressão de solda após a fase de aquecimento para que ambas as partes se misturem. O processo também é relativamente simples, desde que executado por profissionais e com equipamentos devidamente calibrados. As duas seções do tubo são aquecidas por uma placa de aquecimento pelo tempo necessário, que varia de acordo com o diâmetro do tubo plástico. Durante a fase de aquecimento, não se aplica pressão sobre as partes. Quando a temperatura das superfícies atinge o ponto de fusão, a placa é retirada e uma pressão é aplicada sobre as partes para que o material se misture por compressão. Essa pressão de solda deve ser mantida até que a temperatura das superfícies fique abaixo do ponto de fusão. Tudo isso é feito com um equipamento específico, que aplica a pressão e o calor de maneira exata. Durante essa segunda fase do resfriamento, abaixo do ponto de fusão, em alguns casos se retira a pressão de solda e em outros ela é mantida, depende do método da solda termofusão aplicada. Porém, as duas partes devem se manter imóveis. Basicamente, é isso. Um cordão de solda é formado após o resfriamento total e o segmento já está pronto para uso. Por isso, o soldador de tubos e conexões poliméricos tem por deve ter as competências relativas à montagem e soldagem de tubos e conexões de polietileno por eletrofusão e por topo (termofusão).

Da Redação – 

Os tubos de polietileno podem ser unidos por meio dos métodos de soldagem ou por meio de juntas mecânicas. Dentre os métodos de soldagem tem-se a termofusão (topo, soquete e sela) e eletrofusão (luva e sela). Dentre os métodos de união por junta mecânica, destacam-se: juntas mecânicas (conexões de compressão, colares de tomada e colarinho/flange) e juntas de transição PE x aço. Cada um destes sistemas oferece um conjunto de peças ou conexões para curvas, derivações, tês, reduções, etc.

A soldagem de topo por termofusão é a forma mais antiga e tradicional de unir tubos poliolefínicos. Não necessita de peças de união, pois os tubos e/ou conexões são soldados topo a topo através de um equipamento chamado máquina de termofusão, seguindo um procedimento operacional, que funde as extremidades e as comprime uma contra a outra, provendo a interação das superfícies fundidas e sua soldagem.

Os tubos e/ou conexões devem ter as mesmas dimensões nas extremidades de solda, ou seja, mesmo diâmetro e as faces devem ficar paralelas e perpendiculares à geratriz dos tubos, limpas e livres de óleo, graxa e outras sujeira...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica