Publicado em 12 Oct 2021

A proteção contra incêndio em túneis urbanos existentes

Redação

Os incêndios em túneis urbanos podem ter consequências sérias tanto para os usuários como para a infraestrutura da construção e causam impacto na rede viária, o que pode ser evitado com mais melhorias nas técnicas e tecnologias para gerenciar o risco e as consequências de incêndios nesses locais. Esse processo denomina-se revitalização que é a atividade técnica de modernização dos equipamentos e/ou sistemas de segurança existentes e instalados no túnel urbano que é uma estrutura pavimentada, abaixo do nível do solo ou em rocha, com superfície protegida por estrutura de rocha, concreto e/ou aço, destinada a passagem de veículos de passageiros localizada em perímetro urbano. A segurança contra incêndios em túneis e espaço subterrâneo é um tópico importante, dado o rápido aumento do transporte em túneis e da utilização do espaço subterrâneo. Ele atrai cada vez mais atenção devido às tendências arquitetônicas modernas e aos acidentes catastróficos em túneis e incêndios espaciais subterrâneos relatados em todo o mundo. Os túneis e espaços subterrâneos, incluindo metrô ou terminais subterrâneos, representam desafios graves e únicos para a segurança contra incêndio devido ao seu tamanho estendido e características longas, mas estreitas. As estruturas subterrâneas frequentemente complexas tornam o estudo da complexidade do fogo, mecanismos de fluxo e controle de fumaça, procedimentos complexos de evacuação humana, bem como projetos de segurança contra incêndio em geral necessários, difíceis. Dessa forma, procura-se conhecer a dinâmica do fogo, as características da fumaça, transporte e controle, os terminais subterrâneos, a resposta estrutural e a proteção contra incêndio, a detecção e a supressão do incêndio, a evacuação humana, o projeto de otimização e gerenciamento de emergência, etc. Deve-se entender os requisitos de segurança contra incêndio para túneis urbanos existentes, visando à sua revitalização e atendendo às condições necessárias para a implantação dos sistemas de segurança utilizados atualmente em túneis urbanos.

Da Redação – 

Há uma metodologia de análise de riscos para túneis (MART) que deve ser aplicada para túneis viários e ser efetuada pelo projetista do túnel a partir da fase de viabilidade de projeto e construção do túnel. Os túneis já em operação ou a serem revitalizados também devem ser submetidos à metodologia de análise de riscos para túneis. Para os túneis já em operação, essa metodologia deve ser aplicada a partir da fase de projetos de revitalização ou de modificação do túnel.

A metodologia MART, quando necessária, deve ser aplicada por entidade independente relacionada ao empreendimento. Seu conteúdo e resultados devem estar descritos em forma de relatório e desenhos, e devem fazer parte da documentação de segurança, a ser encaminhada às autoridades constituídas para análise e aprovação do empreendimento.

A metodologia MART deve ser utilizada para a revitalização de túneis urbanos no seu estado atual. Outra análise de riscos deve ser elaborada, após a instalação dos sistemas de segurança contra incêndio, selecionados para a revitalização de túneis urbanos. Assim, é comprovada a redução de nível de risco do tú...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica