Publicado em 19 Oct 2021

A operação segura dos sistemas movimentadores automáticos de pessoas

Redação

À medida que os aeroportos crescem para acomodar o tráfego cada vez maior de passageiros, os sistemas de transporte eficientes para viajantes, trabalhadores e tripulação entre os terminais e as instalações em terra são cruciais para aliviar o congestionamento do tráfego, reduzir a poluição do ar associada e melhorar a experiência geral do aeroporto. Os sistemas automated people mover (APM) provaram ser uma solução de transporte eficiente e econômica em aeroportos de todo o mundo. Esses sistemas são ideais para lidar com altos volumes de tráfego devido aos veículos totalmente automatizados e sem motorista que operam com direitos de passagem exclusivos, permitindo um serviço frequente 24 horas por dia. Embora altamente eficaz, a integração de APM em aeroportos requer um planejamento cuidadoso, projeto e uma compreensão abrangente dos fluxos de trânsito - para não mencionar o gerenciamento de licenciamento e construção, ao mesmo tempo que segue um cronograma e orçamento apertados. O modo de deslocamento das pessoas e das cargas nas grandes cidades está mudando completamente e evoluindo em função do surgimento de novas tecnologias e das novas tendências da sociedade. A escolha do transporte através de aplicativos no celular, o compartilhamento dos carros, o surgimento de carros e ônibus elétricos autônomos em faixas exclusivas, o aluguel de bicicletas e patinetes elétricos, mostram o surgimento nas cidades de um ecossistema de mobilidade revolucionário que permite viagens mais rápidas, mais baratas, mais limpas, mais seguras, mais eficientes e mais personalizadas. Tais tendências tecnológicas e sociais têm levado os urbanistas e planejadores a procurarem, cada vez mais, modos de transporte elétricos, automáticos sem condutores. Para o transporte de massa, surgem os metrôs que circulam em unattended operation (UTO) e para o transporte de média capacidade surgiu o veículo automático em elevado, chamado automated people mover (APM) que se espalha em muitas cidades ao redor do mundo e principalmente nas ligações aos aeroportos. Nesse contexto, o Brasil disponibiliza um sistema, já em operação no aeroporto de Porto Alegre e na cidade de Jacarta, Indonésia, um APM de tecnologia brasileira denominada aeromóvel. Por isso, é fundamental entender os parâmetros normativos para o ambiente de operação, dependabilidade, segurança e sistema de comunicação de áudio e vídeo para o sistema movimentador automático de pessoas (sistema APM).

Da Redação – 

Os APM consistem em um sistema de transporte com veículos pequenos elétricos automatizados, sem condutor, que circulam em unidades simples ou em composições de múltiplos carros guiados em vias elevadas de aço ou de concreto. Os sistemas APM garantem um serviço de alta qualidade e são capazes de transportar, com segurança e eficiência, entre 1.000 até 8.000 passageiros por hora e por sentido. Nos sistemas urbanos de maior capacidade, transportam até 25.000 passageiros por hora por sentido.

Podem circular com headway de apenas 60 segundos, ou ainda menores nos sistemas de APM pequenos, oferecendo um serviço comparável ao de elevadores modernos no transporte vertical. A qualidade de circulação dos APM está entre as melhores de qualquer sistema de transporte do mundo. Os veículos viajam a velocidades de até 80 km/h e aceleram e desaceleram de forma suave e rápida.

Os veículos, normalmente do tamanho de ônibus urbanos, param e aceleram automaticamente. Podem operar de modo flexível, atendendo à demanda na hora de pico, mantendo uma boa frequência de serviço, sem incorrer em despesas operacionais excessivas...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica