Publicado em 23 Nov 2021

Os ensaios em embalagens resistentes ao uso infantil

Redação

A embalagem resistente ao uso infantil é aquela que consiste em um recipiente e uma tampa apropriados que dificultem uma criança abaixo de quatro anos de abrir (ou ter acesso ao conteúdo), mas que não dificultem o uso adequado por adultos, quando ensaiada e aprovada de acordo com as exigências desta norma, As embalagens reutilizáveis são as que, depois de abertas, podem ser fechadas novamente com o mesmo nível de segurança e que podem ser utilizadas por um número suficiente de vezes até o término total de seu conteúdo, sem perder a sua segurança. Dessa forma, as embalagens resistentes a crianças devem ser usadas para reduzir o risco de envenenamento em crianças por meio da ingestão de itens potencialmente perigosos, incluindo certos medicamentos prescritos e sem prescrição, pesticidas e produtos químicos domésticos. Alguns exemplos de produtos que requerem esse tipo de embalagem incluem o paracetamol, a aspirina, a difenidramina, ibuprofeno, medicamentos contendo ferro e suplementos dietéticos, imidazolinas, salicilato de metila, antisséptico bucal, naproxen, etc. Assim, qualquer embalagem (incluindo blisters ou bolsas) contendo uma substância regulamentada deve atender aos padrões determinados para serem resistentes ao uso infantil, independentemente do tipo de embalagem. Uma falha na embalagem de dose unitária é definida como ocorrendo quando uma criança abre ou ganha acesso a mais de oito unidades individuais ou o número de unidades representando uma quantidade tóxica, o que for menor. Os profissionais precisam entender as exigências e os métodos de ensaio para embalagens reutilizáveis designadas a serem resistentes à abertura por crianças.

Da Redação – 

Os produtos como medicamentos e produtos químicos domésticos são frequentemente responsáveis por incidentes de envenenamento. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, as embalagens resistentes a crianças apresentam altas taxas de sucesso quando se trata de prevenção de envenenamento não intencional em crianças.

Os medicamentos podem causar o máximo de casos de intoxicações não fatais em países de renda média e alta. Consequentemente, embalagens especialmente projetadas são um requisito crucial.

A embalagem resistente a crianças é especial e que os fabricantes usam para reduzir o risco de crianças consumirem substâncias perigosas. A embalagem resistente a crianças para produtos farmacêuticos deve ser difícil de abrir, contudo, os fabricantes devem projetá-la de forma que a maioria dos adultos possa acessar o conteúdo da embalagem.

O teste da embalagem ajuda a determinar se adultos com deficiência e idosos podem acessar a embalagem ou não. Geralmente, os fabricantes implementam embalagens resistentes a crianças usando uma tampa de segurança. A regulamentação de segurança freqüenteme...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica