Publicado em 21 Jun 2022

O ensaio de emissão acústica em guindastes para detectar defeitos

Redação

O ensaio de emissão acústica (EA) nos elementos estruturais de guindastes pode identificar as atividades de emissão acústica, relacionadas a trincas, em 100% da lança, mesa de giro e pinos de articulações; e permite um tempo de parada de inspeção 90% inferior a parada para usando as técnicas tradicionais. As principais contribuições da técnica de emissão acústica é a possibilidade de monitorar uma estrutura de forma global e não intrusiva e localizar regiões específicas na estrutura onde se encontram as anomalias. O equipamento ou estrutura é monitorado por completo de uma só vez sem interferência significativa na operação da estrutura, evitando assim, interrupções desnecessárias na produção. O ensaio de emissão acústica permite identificar e avaliar em tempo real o surgimento de trincas, com isso, abortar o teste de carga antes que o resultado seja catastrófico. O resultado obtido também permite identificar as regiões ativas (regiões que emitiram atividade de emissão acústicas) e sua classificação para ações de manutenção. O método de ensaio não destrutivo consiste na monitoração dos efeitos causados pela aplicação da carga de ensaio na estrutura do guindaste articulado hidráulico, por meio da utilização de um sistema de medição para aquisição de emissões acústicas. Este método é capaz de detectar as emissões acústicas originadas por descontinuidades ativas. As emissões acústicas podem ser geradas, entre outros, por nucleação, movimentação ou propagação de trincas nos componentes metálicos; fissuramento da matriz, delaminação ou ruptura de fibra dos materiais em plástico reforçado com fibra de vidro. O guindaste deve ser carregado a uma taxa uniforme, até que uma carga predeterminada seja atingida, a qual deve ser mantida por um período de tempo. Esta carga deve ser removida e o ciclo repetido. As emissões acústicas devem ser monitoradas durante os ciclos e os dados devem ser avaliados. Assim, deve-se entender procedimento para ensaio de emissão acústica (EA) em guindastes articulados hidráulicos instalados em veículos ou bases fixas, incluindo aqueles com cesto acoplado.

Da Redação – 

A emissão acústica é um fenômeno físico ocorrendo dentro dos materiais. O termo é usado para definir a energia elástica liberada dentro de um material na forma de ondas elásticas transientes. A aplicação de carga e ou a presença de ambiente severo produz modificações internas tais como crescimento de descontinuidades, deformação plástica local, corrosão, vazamentos e em alguns casos mudanças de fase que fornecem o incremento de emissão acústica. Portanto, fornece alguma informação sobre o comportamento interno dos materiais em consideração.

As ondas são detectadas por meio de sensores adequados que tornam possível converter os movimentos da superfície do material em sinais elétricos. Estes sinais são processados por instrumentação apropriada com uma visão para indicar e localizar as fontes de emissão acústica.

Os principais parâmetros de emissão acústica incluem a amplitude de sinal de emissão acústica: o valor máximo de voltagem obtido pelo sinal de emissão acústica; a contagem de emissão acústica: o número de vezes que o sinal de emissão acústica ultrapassa o limite de referência durante o ensaio; a...

Artigo atualizado em 21/06/2022 07:02.

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica