Publicado em 10 jul 2018

Os ensaios em poeiras combustíveis

Redação

Há substâncias inflamáveis não só na forma líquida ou gasosa, mas, também, partículas sólidas, como poeiras e fibras que, ao combinadas com o oxigênio, podem acabar formando uma mistura explosiva.

Da Redação -

poeiras

Muitos pós que possuem essa característica explosiva ainda são desconhecidos, tornando-os ainda mais perigosos que as substâncias líquidas ou gasosas, como a gasolina, álcool ou gás de cozinha. Os ambientes mais comuns são polos industriais onde há produção e armazenamento de cereais, fabricação de ração e armazenagem de grãos, além de outros. Essas explosões causadas por poeira já deixaram diversas vítimas em diversas partes do mundo, além dos danos causados às instalações.

Cerca de 80% de todos os tipos de poeira industriais são combustíveis e são capazes de causar uma explosão se estiverem suspensas, em forma de pó fino ou poeira no ar ou em qualquer outra atmosfera comburente. Os materiais orgânicos como farinha, açúcar, amido e produtos farmacêuticos na forma de pó fino ou poeiras representam um grande risco de explosão. Além disso, metais em pó como alumínio ou magnésio também representam esse risco.

Os riscos de explosões são bem semelhantes ao que acontece com os combustíveis líquidos e gases inflamáveis. O pó ou a poeira combustível misturado com o ar, na presença de uma fonte de ignição pode provocar explosões.

Contudo, as características são diferentes das explosões de líquidos e gases e em alguns casos, os efeitos podem...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica