Publicado em 14 Jan 2020

Educação: a mudança é a única constante

Redação

É provável que muito do que as crianças aprendem hoje seja irrelevante em 2050. Atualmente, é enorme a quantidade de escolas que se concentram em abarrotar os estudantes de informação. No passado isso faria sentido, porque a informação era escassa, e mesmo o lento gotejar da informação existente era repetidamente bloqueado pela censura.



Yuval Noah Harari

O gênero humano está enfrentando revoluções sem precedentes, todas as nossas antigas narrativas estão ruindo e nenhuma narrativa nova surgiu até agora para substituí-las. Como podemos nos preparar e a nossos filhos para um mundo repleto de transformações sem precedentes e de incertezas tão radicais?



Um bebê nascido hoje terá 30 anos por volta de 2050. Se tudo correr bem, esse bebê ainda estará por aí em 2100, e até poderá ser um cidadão ativo no século XXII. O que deveríamos ensinar a esse bebê que o ajude, ou a ajude, a sobreviver e progredir no mundo de 2050 ou no século XXII?

De que tipo de habilidades ele ou ela vai precisar para conseguir um emprego, compreender o que está acontecendo à sua volta e percorrer o labirinto da vida? Infelizmente, como ninguém sabe qual será o aspecto do mundo em 2050 — muito menos em 2100 —, não temos resposta para essas perguntas. É claro que os humanos nunca serão capazes de predi...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica