Publicado em 17 Mar 2020

“Nunca mais”, minha responsabilidade

Redação

Para mim, “nunca mais” significa que, enquanto as ações antissemitas forem declarações, sou obrigado a reagir pessoalmente, oralmente ou por escrito, sem deixar que apenas outros assumam essa responsabilidade.

hernan

Hernan Chaimovich

Há 75 anos, o avanço do exército russo libertou Auschwitz. Parte da mídia usou a palavra encontrado, em vez de simplesmente reconhecer que um soldado chegou ao campo de concentração naquele dia. Eu tinha cinco anos na época e o fato não foi tão alegre para minha família quanto poderíamos esperar. Tínhamos consciência, desde o início dos anos 40, da existência de campos de extermínio.

 



Esse conhecimento era tão predominante que, mesmo vivendo no fim do mundo, ou Santiago do Chile, eu, desde muito jovem, estava ciente do Holocausto. Na sinagoga, lembro-me de muitas orações por aqueles que se transformaram em fumaça, bem como pelo fim da guerra.

Logo após abril de 1945 as primeiras fotos dos campos de extermínio começaram a aparecer em uma revista publicada pelo Escritório de Assuntos Interamericanos dos EUA, En Guardia. Essas fotos deveriam ter sido proibidas para crianças de cinco anos, mas, na sala de espera do meu tio médico, não havia censores.

Não pretend...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica