Publicado em 12 mai 2020

O atendimento a emergências em um posto revendedor de combustível

Redação

Devido à natureza do produto armazenado, toda instalação e sistema de armazenamento de derivados de petróleo e outros combustíveis configura-se como empreendimento potencialmente ou parcialmente poluidor e gerador de acidentes ambientais, pois os vazamentos de derivados de petróleo e outros combustíveis podem causar contaminação de corpos d’água subterrâneos e superficiais, do solo e do ar, além de apresentar riscos de incêndio e explosões, decorrentes desses vazamentos. Assim, é importante a elaboração de um plano de atendimento a emergências (PAE), para um posto revendedor de combustível automotivo (PRC) e ponto de abastecimento (PA), com a finalidade de gerar um documento, ou conjunto de documentos, que descreva os procedimentos de resposta a um acidente, de comunicação da ocorrência e de articulação institucional com os órgãos competentes.

Da Redação – 

Um posto revendedor de combustível é uma instalação que possui equipamentos e sistemas para o armazenamento de combustível automotivo, com registrador de volume apropriado para o abastecimento de equipamentos móveis, veículos automotores terrestres, aeronaves, embarcações ou locomotivas; e cujos produtos sejam destinados exclusivamente ao uso do detentor das instalações ou de grupos fechados de pessoas físicas ou jurídicas, previamente identificadas e associadas em forma de empresas, cooperativas, condomínios, clubes ou assemelhados. Considerando as atividades laborais realizadas neste tipo de empreendimento, deve-se estabelecer os requisitos mínimos para a gestão da segurança e saúde no trabalho contra os fatores de risco de acidentes provenientes das atividades de extração, produção, armazenamento, transferência, manuseio e manipulação de inflamáveis e líquidos combustíveis, permitindo a operação com maior prevenção e controle de falhas.

Para os trabalhadores, o uso de equipamentos de proteção individual (EPI) é obrigatório e detalhado pelas normas regulamentadoras que normaliza a saúde e segurança do trabalho em postos de combustíveis. É importante salientar que os frentistas e demais funcionários das unidades devem ser treinados frequentemente sobre o uso desses itens e o cumprimento da legislação.

É comum que os trabalhadores passem a ganhar confiança e deixem de usar alguns dos EPI. Logo, cabe ao gestor exigir ...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica