Publicado em 28 Jul 2020

O desempenho dos aceleradores lineares

Redação

Os aceleradores lineares são equipamentos utilizados em uma modalidade do tratamento de câncer, que é a radioterapia. É um aparelho que gera uma forma de radiação, através de corrente elétrica, e o aparelho direciona para a área que se deseja tratar. Essa radiação no tecido doente promove a destruição desse tecido. Basicamente, a radioterapia é isso: destruição de tecido por radiação, e o acelerador linear é o equipamento que produz essa radiação a partir da energia elétrica. A radioterapia é uma modalidade médica que utiliza radiações ionizantes com a finalidade de fazer tratamento. Assim, necessita de fontes emissoras de radiação ionizante que atendam às necessidades radioterápicas. As radiações ionizantes são obtidas através de elementos radioativos sintéticos ou naturais e através de aparelhos que convertem outras formas de energia (geralmente energia elétrica) em radiação ionizante. O acelerador linear é um dispositivo utilizado dentro do serviço de radioterapia, que tem como função emitir a radiação utilizada em diversos tratamentos, as radiações emitidas por ele são os raios x de alta energia ou elétrons acelerados (partícula beta) e ambos são provenientes do processo de conversão de energia elétrica em energia radiante. Os raios x são ondas eletromagnéticas que tem um grande poder de penetração em tecidos humanos e por esse motivo são utilizados para tratamentos de câncer profundo; os elétrons são radiações corpusculares, possui um menor poder de penetração com relação aos raios x e é geralmente indicado para tratamentos superficiais. Existe um ideal de substituir praticamente todos os aparelhos que trabalham com elementos radioativos pelo acelerador linear. Por ser uma fonte que depende de energia elétrica para que a radiação seja emitida, ele torna-se uma fonte mais segura com relação aos elementos radioativos. Deve-se conhecer os requisitos normativos que se aplicam aos aceleradores lineares médicos, quando usados para fins terapêuticos na prática médica com humanos.

Da Redação – 

Os aceleradores lineares para aplicações médicas, possuem o mesmo princípio, contudo há necessidade de o equipamento produzir e entregar alta quantidade de energia com precisão. Para isso, foram desenvolvidos equipamentos com estas características, e os mesmos tomaram a forma atual. Em geral estes equipamentos possuem os mesmos módulos e componentes independentemente do fabricante.

Na verdade, todas as células do corpo humano podem ser danificadas ou mortas se expostas a determinados níveis de radiação. Entretanto, as células cancerígenas apresentam uma menor resistência à radiação do que células saudáveis. Os aceleradores lineares baseiam-se neste princípio para danificar células cancerígenas a ponto destas não mais conseguirem se regenerar ou se reproduzir, fazendo uso do máximo cuidado para que a radiação não afete tecidos saudáveis no processo.

A sala de tratamento é o local onde se localizam as estruturas responsáveis pela produção, monitoramento e conformação do feixe de radiação gerado. A sala de tratamento também contém uma série de dispositivos de auxílio à realização do tratamento clínico. Como é na sala de tratamento que ocorre a geração e emissão do feixe de radiação, é importante que a esta radiação fique confinada neste ambiente, evitando a exposição de outras pessoas que não o paciente.

Para evitar que a radiação se propague além dos limites da sala de tratamento, as paredes da sala devem ser de ...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica