Publicado em 01 Sep 2020

O uso de telhas de fibrocimento sem amianto

Redação

A cobertura de uma edificação tem a função de garantir proteção contra a chuva, ventos e insolação. Na elaboração de um projeto arquitetônico, a definição do tipo de cobertura que será utilizada e sua forma deve ser umas das primeiras preocupações. Seu custo normalmente varia entre 8% a 12% do custo total da obra. Atualmente, no mercado, existem várias opções de produtos e a sua escolha vai depender do tipo de edificação e das vantagens e desvantagens de cada sistema de cobertura. No que dizem respeito às coberturas com telhas de fibrocimento, elas estão entre as mais utilizadas principalmente na cobertura de edificações comerciais, industriais, rurais e moradias populares, isto se deve, principalmente, ao baixo custo. São fabricadas em diversos modelos, tamanhos e espessuras. Ressalte-se também que apresentam como diferencial a possibilidade de vencer grandes vãos sem o uso de apoios intermediários, sendo leves e resistentes. As telhas podem ser apoiadas em estruturas de madeira, metálicas ou de concreto, sendo fixadas por acessórios próprios para este fim fornecidos pelos fabricantes. Esta fixação é feita por parafusos, grampos zincados, arruelas elásticas de vedação, massa de vedação e cordões de vedação. As coberturas e os fechamentos laterais devem ser executados segundo os projetos que atendam aos requisitos normativos, tendo em vista o emprego racional do material, de modo a obter a proteção contra intempéries e segurança; a estanqueidade correta; e os bons resultados estéticos.

A história do fibrocimento começou com o uso do amianto ainda na idade antiga quando gregos, romanos e outros povos reforçavam os objetos de cerâmica e argila com este mineral a fim de torná-los mais resistentes e duráveis. Etimologicamente, a palavra amianto deriva da palavra grega asbesto que significa indestrutível. No século XVII, o uso do amianto começou a ser difundido em escala comercial. Em 1895 foi descoberto o fibrocimento – uma mistura de cimento, amianto e água – pelo austríaco Ludwig Hatschek. A produção em escala industrial de telhas de fibrocimento firmou-se no mercado em substituição das telhas feitas de ardósia.

A empresa Eternit criada pelo austríaco Ludwig Hatschek descobridor do fibrocimento tem seu nome derivado da palavra latina aeternitas que quer dizer eterno. Em 1901 este inventor obteve a patente de sua invenção criando a empresa para fabricá-la. Posteriormente, nas décadas seguintes do século X diversos empreendedores obtiveram a licença para iniciar a produção do fibrocimento.

As telhas de fibrocimento apresentam as seguintes características: diversos tamanhos e espessuras; são duráveis; podem ser pintadas para melhorar a estética ou desempenho térmico da cobertura; apresentam um conjunto de peças complementares para fixação e acabamento; alguns modelos podem ser utilizados para fechamento lateral; são resistentes a atmosferas agressivas, não sofrendo os efeitos de corrosão; apresentam bom desempenho acústico; e apresentam elevada...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica