Publicado em 06 Oct 2020

Os sistemas fixos para a proteção de transformadores em incêndios

Redação

Os transformadores elétricos são equipamentos de suma importância para os sistemas elétricos de potência (SEP), sendo responsáveis por representar um alto investimento e fundamentais na transmissão de energia elétrica desde sua geração até o consumidor final. Durante a vida útil do transformador, mesmo num monitoramento eficiente, o seu serviço contínuo acarreta alterações em seus componentes, com mudanças nas suas propriedades físicas, químicas e elétricas. Estas alterações refletem na estabilidade do campo magnético e na capacidade de transferência de calor, podendo gerar incêndio e explosão. Os incêndios em transformadores podem gerar destruição parcial ou total de seus locais de instalação. Somados aos impactos indiretos como danos ao meio ambiente pela contaminação do solo, e manchando a imagem da empresa. Os sistemas de proteção contra incêndio (SPCI) em transformadores devem atenuar seus impactos em relação à saúde, segurança e meio ambiente. Deve-se entender os requisitos específicos mínimos para o projeto, instalação, manutenção e ensaios de sistemas fixos automáticos de CO2, por inundação total, com suprimento de gás em alta pressão, para proteção de transformadores e reatores de potência.

Da Redação – 

Uma única interrupção não planejada pode não apenas causar um desastre econômico, mas também pode danificar indevidamente o bom nome de um provedor de serviços públicos. Os consumidores demonstram pouca paciência e menos compreensão das complexidades necessárias para fornecer serviços elétricos ininterruptos.

Isso pode ficar claro quando um incêndio atinge uma subestação, causando interrupções generalizadas de energia e obrigando as autoridades a fechar estações de metrô, bloquear estradas e evacuar um hotel, etc. Indiscutivelmente, uma das peças mais importantes de qualquer subestação é um transformador de potência e ele por possuir óleo isolante representa o maior risco de incêndio em qualquer subestação. Os sistemas de proteção contra incêndio projetados especificamente para abordar os riscos exclusivos representados pelos transformadores de potência são uma consideração de projeto que deve ser reconhecida e compreendida.

Um transformador de potência típico de 117/15,2-kV, 37/50 / 62,5-MVA pode conter aproximadamente 37.855 L de óleo. Transformadores maiores podem conter muito mais. Transformadores são preenchidos com óleo por várias razões, a mais importante das quais é o isolamento.

Além disso, o óleo é usado como refrigerante e como um fluido dielétrico impedindo o arco elétrico, a quebra elétrica dos gases acompanhada pela descarga e a ionização resultante conhecida como corona. Como o óleo é um líquido ...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica