Publicado em 15 Dec 2020

A segurança na produção de alimentos para animais e rações

Redação

A produção de alimentos é um processo complexo e o objetivo final da indústria de alimentos e dos reguladores da segurança dos alimentos é garantir que eles cheguem ao consumidor seguros e saudáveis. Os alimentos geralmente considerados seguros podem se tornar inseguros devido à introdução de perigos durante a produção, processamento, armazenamento, transporte ou preparação final para consumo. Para alimentos derivados de animais, o perigo pode originar-se de várias dessas e de outras fontes, incluindo o consumo de alimentos contaminados por animais de produção de alimentos. Nos últimos anos, a preocupação pública com a segurança dos alimentos de origem animal aumentou devido a problemas decorrentes da encefalopatia espongiforme bovina, contaminação por dioxina, surtos de infecções bacterianas de origem alimentar, bem como a crescente preocupação com resíduos de medicamentos veterinários e resistência antimicrobiana em microrganismos. Esses problemas chamaram a atenção para as práticas alimentares na indústria pecuária e levaram a um exame minucioso dos problemas de segurança e qualidade dos alimentos que podem surgir em alimentos de origem animal como resultado da alimentação animal, forragem e sistemas de alimentação associados. Os alimentos para animais ou forragem podem ser a fonte de uma série de infecções para animais de fazenda que podem levar a doenças humanas. Estas incluem a salmonella entérica, a toxoplasma gondii e a trichinella spiralis. A contaminação da ração animal com micotoxinas pode resultar em alimentos de origem animal que contenham esses compostos químicos. Pesticidas, produtos químicos agrícolas e industriais, metais pesados e radionuclídeos podem poluir a alimentação animal e forragens e também podem resultar em contaminação de alimentos de origem animal. Deve-se entender os parâmetros para estabelecer, implementar e manter programas de pré-requisitos (PPR), de forma a ajudar no controle de perigos à segurança de alimentos para animais e rações e dos materiais destinados à produção de alimentos para animais e rações. Os perigos à segurança de alimentos para animais, neste contexto, referem-se aos atributos que têm um potencial para afetar adversamente a saúde animal e/ou humana.

Pode-se dizer que as rações são quaisquer produtos únicos ou múltiplos, quando processados, semiprocessados ou crus, com o objetivo de alimentar animais destinados à alimentação humana e os alimentos para animais são quaisquer produtos únicos ou múltiplos, quando processados, semiprocessados ou crus, com o objetivo de alimentar os animais que não são destinados à alimentação humana. A segurança das rações é um conceito de que as rações e os alimentos para animais não causem danos aos animais e/ou levam à contaminação dos produtos alimentares humanos. O perigo à segurança das rações é o agente biológico, químico ou físico em rações e em alimentos para animais com potencial de causar um efeito adverso à saúde dos animais e/ou humanos. O contaminante seria qualquer substância adicionada não intencionalmente às rações ou alimentos para animais, que esteja presente como resultado da produção, fabricação, processamento, preparação, tratamento, embalagem, empacotamento, transporte ou armazenagem destas rações ou alimentos para animais, ou em resultado de contaminação ambiental. Dessa forma, todos os dispositivos de medição e dosagem utilizados na produção de alimentos para animais e rações devem ser adequados ao propósito.

...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica