Publicado em 12 Jan 2021

As incertezas fortalecem as análises total cost of ownership (TCO)

Redação

É preciso tirar lições da crise, se preparar para atender a demanda reprimida e crescer de forma sustentável. Neste caso, a ferramenta ideal para todos os segmentos é a análise total cost of ownership (TCO), principalmente quando se trata do segmento de logística. Isto porque as empresas precisaram alterar sua forma de atendimento tendo em vista que os prazos de entrega se tornaram um importante fator de decisão dos clientes que passaram a fazer suas compras online.

Hovani Argeri – 

É fato que os pedidos no formato delivery, praticamente obrigatórios no período de isolamento exigido pela pandemia, aqueceram o mercado de logística. Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abccom), houve um aumento de 30% nas vendas pela internet em abril, com uma constatação de milhares de consumidores realizando sua primeira compra online.

A estimativa é de que o e-commerce tenha conquistado pelo menos 4 milhões de novos clientes, que devem manter essa modalidade de consumo mesmo após a crise. Apesar disso, o formato da recuperação econômica no Brasil ainda é uma incógnita. Se será em V, W ou outra letra ainda depende se ocorrerá uma segunda onda de contaminação do vírus e quando sairá a vacinação em massa.

Mas, independentemente disso, é preciso tirar lições da crise, se preparar para atender a demanda reprimida e crescer de forma sustentável. Neste caso, a ferramenta ideal para todos os segmentos é a análise TCO, principalmente quando se trata do segmento de logística. Isto porque as empresas precisaram alterar sua forma de atendimento tendo em vista que os prazos de entrega s...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica