Publicado em 16 Nov 2021

Os ensaios em concretos endurecidos em corpos de prova cilíndricos

Redação

Em uma estrutura de concreto armado, o material concreto possui duas funções básicas: resistir aos esforços de compressão aos quais a estrutura está submetida e conferir proteção ao aço. Para que a estrutura de concreto atenda às especificações do projeto, além dos cuidados referentes à armadura, cimbramento e fôrmas, é preciso considerar uma série de fatores do próprio concreto, tais como: as propriedades dos seus materiais constituintes, a dosagem da mistura e a execução da concretagem. Se algum desses itens não for realizado adequadamente, há uma grande probabilidade de ocorrência de problemas na estrutura. Salienta-se que não há a possibilidade de compensar a deficiência em uma das operações com cuidados especiais em outra. O concreto endurecido se origina do cimento que, ao entrar em contato com a água, reage quimicamente, passando por um processo de hidratação. Durante a hidratação, cada grão do cimento desdobra-se em inúmeras partículas, formando um sólido poroso denominado gel de silicato de cálcio hidratado. Como resultado dessa reação, o volume dos sólidos cresce dentro dos limites da pasta, produzindo embricamentos. Para a formação desses embricamentos, parte da água utilizada na mistura é utilizada. Essa malha reduz a porosidade do concreto e aumenta a sua resistência mecânica. Seguindo esse raciocínio, teremos uma maior resistência à compressão quanto maior a quantidade de embricamentos, pois obteremos um concreto menos poroso com estrutura mais compacta. Esse processo é complexo e envolve diversas variáveis e, para avaliar a qualidade do concreto, é importante conhecer as suas propriedades, seja no estado fresco, desde o momento da colocação da água até o adensamento na fôrma; seja no estado endurecido, resistindo às ações solicitadas ao longo da vida útil. o concreto endurecido deve apresentar resistência mecânica e durabilidade compatíveis com as condições do projeto e ao ambiente ao qual a estrutura fica exposta. Para obter a resistência especificada no projeto estrutural, vários fatores devem ser considerados. Para a dosagem do concreto, é importante ter a especificação da relação água / cimento, as características dos agregados e a especificação do cimento. Durante a execução, devem ser tomados cuidados no recebimento, transporte, lançamento, adensamento e cura. A retração por secagem ocorre devido a água na mistura durante a fase inicial da hidratação dos ligantes, sendo caracterizado pela perda de água da massa para o ambiente. A água no concreto é dividida em água de cristalização que é responsável pelas reações que formam a parte sólida da pasta de cimento e a água de gel que serve de veículo para compostos que dão continuidade as reações de hidratação. Ainda ocorre a água capilar que forma a pasta de cimento. As fissuras de retração ocorrem quando as deformações de contração se igualam a capacidade de deformação desenvolvida do material. As fissuras de retração são inevitáveis, e por isso devem ser tomadas algumas atitudes para que essas não prejudiquem o concreto. Geralmente essas fissuras ocorrem após algumas semanas, e podem ser mais visíveis com o ganho de resistência do concreto. Para que haja o controle dessas trincas são utilizadas juntas de retração, ou seja, consiste em enfraquecer determinada região do concreto para que as fissuras sejam direcionadas para essa região. A junta deve ser feita até uma profundidade de 1/3 a 1/4 da espessura da placa de concreto. Por isso, os construtores devem entender os métodos de ensaios em concretos endurecidos em corpos de prova e testemunhos cilíndricos.

Da Redação – 

Para a realização dos ensaios para a determinação dos módulos de elasticidade e de deformação do concreto, assim como para a obtenção do diagrama tensão-deformação, a partir de testemunhos extraídos da estrutura, quando não se dispuser de corpos de prova moldados, devem ser seguidos os procedimentos de ensaio e a expressão dos resultados previstos na série NBR 8522 para os corpos de prova moldados, para sua aplicação em testemunhos extraídos de estruturas.

Os principais ensaios de controle para concreto endurecido são: ensaios de compressão de corpos de prova cilíndricos, determinação da resistência à tração por compressão diametral de corpos de prova cilíndricos, determinação da resistência a tração na flexão de corpos de prova prismáticos e determinação do módulo estático de elasticidade à compressão. O mais comum de todos os ensaios de concreto endurecido é o de resistência à compressão, em parte porque é um ensaio fácil e, em parte, porque muitos, embora não todas, das características desejáveis do concreto são qualitativamente relacionadas com a resistência; mas principalmente devido à importância intr...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica