Publicado em 16 Nov 2021

Os pilares fundamentais para os seres humanos operarem no trabalho híbrido

Redação

É de conhecimento comum que as pessoas funcionam melhor em curtos picos de concentração, conforme a famosa técnica pomodoro. Essa técnica se baseia na ideia de que dividindo o fluxo de trabalho em blocos de concentração intensa, pode-se conseguir melhorar a agilidade do cérebro e estimular o foco. Em outras palavras, melhoramos a gestão do tempo e ficamos mais eficientes. A metodologia sugere que a maneira mais eficaz de realizar um trabalho produtivo é definir um cronômetro de pelo menos 20 minutos para trabalhar em uma atividade específica até o fim, sem distrações.

Mauricio Cataneo – 

Antigamente, os humanos tinham um trabalho simples, porém difícil: caçar e coletar comida suficiente para sobreviver. Já no trabalho moderno, a rotina é dividida em resultados, projetos, produtos e metas. O fato é que os humanos foram condicionados a fazer parte de equipes desde os tempos das cavernas.

Somos criaturas sociais que prosperam na colaboração e na conexão. O trabalho remoto, porém, adiciona uma camada de complexidade em todo esse processo, até porque passamos a lidar com uma lista de afazeres intermináveis, poucas pausas regulares e dias cada vez mais longos.

Para além da recompensa financeira, entender o combustível dos seres humanos e a maneira como trabalhamos se tornou algo vital para as empresas terem sucesso no novo contexto. Vamos a algumas constatações, aprendizados e dicas sobre trabalho remoto e tecnologias que o tornam possível.

O cansaço causado por reuniões consecutivas e dias sem descanso é uma experiência comum para trabalhadores remotos. Em alguns locais, a questão do fuso horário aumentou a fadiga do zoom a ponto de os funcionários precisarem pedir pausas para ...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica