Publicado em 12 Jul 2022

Madeira na construção é tendência, mas falta floresta plantada

Redação

Para aproveitar oportunidade lucrativa e sustentável, Brasil terá que resolver equação complicada. A construção de casas e prédios de madeira está se tornando realidade entre startups atentas às exigências do mercado e dos clientes por princípios ESG e de sustentabilidade.

Silvio Lima – 

Com o alerta da urgência nas mudanças climáticas, a construção civil está sendo pressionada a repensar suas práticas no mundo com propostas cada vez mais sustentáveis. O setor é um dos que mais produzem resíduos sólidos, líquidos e gasosos, usa areia retirada de rios para fazer o concreto e tem impacto enorme em atividades de extração no meio ambiente.

Nesse cenário, a alternativa mais sustentável é a madeira, uma matéria prima renovável, quando é extraída de forma responsável. Em um estudo recente sobre o uso de madeira ou aço na construção civil, a pesquisadora Josephine Carstensen, engenheira do Massachusetts Institute of Technology (MIT), aponta a madeira como tendência em grandes construções, com potencial para reduzir as emissões globais de carbono do mundo. “Há um grande interesse na indústria da construção civil em estruturas de madeira maciça”, analisa a pesquisadora sobre o setor que ela mesma define como um grande emissor de gases de efeito estufa que passou despercebido nas últimas décadas.

Essa tendência deve aumentar depois da pandemia, quando os temas de saúde e de sustentabilidade pas...

Artigo atualizado em 12/07/2022 11:25.

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica