Publicado em 03 May 2018

As estruturas de edifícios em situação de incêndio

Redação

Luiz Augusto Pereira de Almeida

fogo

Hayrton Rodrigues do Prado Filho -

O concreto é um material composto, cujos diferentes constituintes não reagem da mesma forma diante das altas temperaturas, o que torna o efeito do fogo um grave problema. Isso ocorre também nas estruturas mistas de concreto e aço.

Um edifício de 24 andares no centro de São Paulo, construído com concreto e aço, desabou depois de sofrer um incêndio. Concluído em 1966, o prédio já abrigou a Polícia Federal, o INSS e está abandonado há pelo menos 17 anos. Ocupado, foi perdendo suas características estruturais, materiais combustíveis espalhados pelos andares, sem nenhuma manutenção, até ocorrer a tragédia.

O aumento da temperatura dos elementos estruturais, decorrentes da ação térmica devido aos incêndios, causa alterações na micro e na macroestrutura do concreto. A elevação gradual de temperatura provoca efeitos distintos no concreto e nas argamassas, verificando-se alteração na coloração, perda de resistência mecânica, esfarelamento superficial, fissuração até a própria desintegração da estrutura. Dentre as causas que podem levar uma estrutura sujeita a altas temperaturas ao colapso, estão a temperatura máxima atingida, o tempo de exposição, o traço de concreto, o tipo de estrutura, o elemento estrutural e a velocidade de resfriamen...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica