Publicado em 11 fev 2020

Os sistemas elétricos em atmosferas explosivas

Redação

O uso da energia elétrica pode gerar superfícies quentes ou faíscas que podem inflamar uma atmosfera explosiva. Esse tipo de situação pode estar presente em uma variedade de lugares diferentes, incluindo cabines de pintura, perto de tanques de combustível, em muitos lugares onde existem aerossóis, vapores, névoas, gases ou poeiras, etc. As áreas onde é possível que exista uma atmosfera explosiva devem ser tratadas de maneira diferente das outras áreas. Elas deve ser avaliadas quanto ao risco antes que qualquer novo trabalho seja realizado e que medidas sejam tomadas para controlar os riscos. Deve-se conhecer os requisitos específicos para construção e avaliação de sistemas elétricos intrinsecamente seguros, tipo de proteção “i”, destinados a serem utilizados, integralmente ou em parte, em locais onde a utilização de equipamento dos Grupos I, II ou III é requerida.

explosiva2Da Redação –

Em linhas gerais, deve-se tomar cuidado para evitar descargas estáticas em atmosferas potencialmente explosivas. Medidas como a ligação à terra e a seleção de roupas e calçados de trabalho antiestáticos podem ajudar a reduzir o risco de descargas estáticas.

Igualmente, os equipamentos e instalações elétricos e não elétricos em atmosferas potencialmente explosivas devem ser especialmente projetados e construídos para que os riscos de ignição sejam eliminados ou reduzidos. As técnicas para fazer isso incluem vedar os equipamentos elétricos para que a atmosfera explosiva não entre em contato com os componentes elétricos, reduzindo a potência de equipamentos elétricos e desenergizando os equipamentos elétricos onde uma falha ou atmosfera explosiva é detectada.



Os equipamentos para uso em atmosferas explosivas devem ser inspecionados e mantidos regularmente para garantir que não representem um risco maior de causar inc...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica