Publicado em 05 mai 2020

Ciência de dados, análise preditiva, big data e integração entre sistemas

Redação

Como os dados têm origem em diversas fontes e sistemas de software - em geral desconectados entre si - e que necessitam realizar a troca de dados, a integração entre eles é o ponto chave para se obter um ambiente tecnológico harmonizado.

 

Rodney Repullo - 

Os negócios geram grandes volumes de dados todos os dias a partir de várias fontes: sistemas de gestão administrativa e da produção, tributária e contábil, compras e vendas, relacionamento com clientes, campanhas de marketing. Os negócios se expandem rapidamente e muitas empresas estão coletando os dados a partir do uso de sensores, big data e inteligência artificial (IA). Temos que considerar também as informações coletadas das redes sociais envolvendo engajamento e comportamento de consumo, análise de competidores entre outras.

A competitividade e a inovação hoje são baseadas em dados e seu estudo tem se tornado uma prioridade nas organizações para que os gestores possam tomar melhores decisões com foco em seus negócios. A relevância motivou muitas instituições de ensino a oferecerem cursos de formação em ciência de dados (data science), cujo profissional é capacitado para trabalhar com grandes volumes de informações em massa e analisar os algoritmos a partir do uso de bases de conhecimento oriundas de sistemas diversos, tais como ERP, CRM e legados.

Como os dados têm origem em diversas fontes e sistemas de software - em geral desconectados entre si - e que necessitam realizar a troca de dados, a integração entre eles é o ponto chave para se obter um ambiente tecnológico harmonizado, com todas as aplicações empresariais se comunicando em tempo real. Os negócios se expandem rapidamente e muitas empresas estão co...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica