Publicado em 05 mai 2020

Os ensaios em materiais de estufas e viveiros agrícolas

Redação

As estufas e viveiros agrícolas são estruturas utilizadas para reter o calor do sol, proteger as plantas contra possíveis ameaças externas e manter a temperatura interna controlada de acordo com a entrada de radiação solar. Esse sistema permite a aceleração dos processos de fotossíntese e produção de oxigênio, possibilitando uma melhor floração e frutificação, velocidade no crescimento, aumento na produtividade e maior qualidade. A utilização das estufas e viveiros agrícolas é cada vez mais comum, pois possibilita ao produtor se adequar às variações climáticas, evitando os danos causados por elas. Deve-se conhecer os requisitos para resistência mecânica, estabilidade, durabilidade para o projeto, construção, manutenção e restauração de estruturas de estufa e viveiro agrícola, bem como os métodos de ensaio de seus materiais constituintes.

Da Redação – 

A grande vantagem das estufas e viveiros agrícolas é que permitem a criação de microambientes completamente livres das intempéries e com condições de temperatura, umidade e luminosidade ideais para cada cultivo. Esse controle sobre o clima no interior das estruturas gera uma série de benefícios tanto ao produtor quanto ao consumidor.

Uma vez que o produtor não é mais refém da sazonalidade, ele pode cultivar e colher espécies fora da sua época. Isso faz com que a sua produção atenda à demanda de consumo, oferecendo alimentos de qualidade e equilibrando os preços no mercado. As estufas e viveiros também permitem o cultivo de hortaliças em regiões que, naturalmente, não proporcionam condições adequadas, aumentando o trâmite de oferta e procura do comércio.

Em campo aberto, mesmo fazendo o manejo adequado, a plantação é muito mais suscetível ao ataque de pragas do solo e de diversos insetos, como gafanhotos, lagartas e percevejos. O cultivo em substratos inertes ou em hidroponia (no qual as raízes da planta crescem em tubos PVC com solução nutritiva) pode-se eliminar o contato com muitos desses patógenos. Porém, na eventual ocorrência de pragas, o controle é muito mais rápido e efetivo.

As estufas e viveiros agrícolas possibilitam o uso do método de fertirrigação, que é a aplicação do adubo em conjunto com a água das regas. Essa prática gera uma grande economia ao negócio, pois o uso da água é moderado e a eficiênc...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica