Publicado em 21 Sep 2021

O desempenho de reação ao fogo de produtos à base de PVC em edificações

Redação

O PVC clorado (PVC-C) é o policloreto de vinila, termoplástico, obtido pela polimerização do cloreto de vinila e ao qual cloro adicional é quimicamente incorporado por substituição de átomos de hidrogênio. Também é conhecido normalmente como CPVC. O PVC plastificado (PVC-P) é o policloreto de vinila, termoplástico, obtido pela polimerização do cloreto de vinila e plastificado pela incorporação de aditivos específicos. O PVC não plastificado (PVC-U) é o policloreto de vinila, termoplástico, obtido pela polimerização do cloreto de vinila. Os materiais combustíveis comuns normalmente contêm carbono e hidrogênio. O produto final de combustão do carbono é o dióxido de carbono (CO2), enquanto o do hidrogênio é a água (H2O). Os calores de combustão desses dois elementos são elevados: 141,8 kJ/g para o hidrogênio e 32,8 kJ/g para o carbono. Consequentemente, as substâncias que contêm somente carbono e hidrogênio (hidrocarbonetos) possuem calores de combustão que estão entre os mais elevados de todos os materiais combustíveis comuns. O PVC está entre os materiais que não inflamam, a menos que a temperatura de exposição seja relativamente alta. A resistência à ignição dos compostos de PVC depende de sua composição, essencialmente da presença e da massa de aditivos orgânicos e minerais, como plastificantes, cargas e retardantes de chama. Os pigmentos geralmente têm pouco ou nenhum impacto na temperatura de ignição. Deve-se compreender as informações sobre as características e o desempenho em ensaios de reação ao fogo de produtos à base de PVC, aplicados em edificações.

Da Redação – 

O número de possíveis cenários de incêndio em qualquer ambiente construído pode ser muito amplo, e não é possível quantificar todos eles. A caracterização de um cenário de incêndio envolve uma descrição do início do incêndio, a fase de propagação, a fase totalmente desenvolvida e a extinção, juntamente com as prováveis rotas de propagação de fumaça e incêndio. Isso inclui a interação com os recursos de proteção contra incêndio propostos para o ambiente construído.

Além disso, é necessário considerar as possíveis consequências de cada cenário de incêndio. A fim de avaliar o desenvolvimento e as consequências de um provável incêndio em determinadas situações, por meio de uma abordagem de engenharia de segurança contra incêndio, um cenário de incêndio de projeto deve ser selecionado para que seja adaptado aos objetivos de projeto de segurança contra incêndio e para que leve em consideração a probabilidade e as consequências de cenários potenciais.

Diversos objetivos de segurança contra incêndio podem ser abordados, entre eles, a segurança da vida, proteção da propriedade, continuidade das operações, prot...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica