Publicado em 16 jun 2020

A segurança dos cinturões contra a queda de altura

Redação

Entre os acidentes de trabalho que mais matam estão a queda de altura, o soterramento e o choque elétrico. A quedas de altura é aquela em que a pessoa cai do plano em que se encontra para outro abaixo dele. Elas causam lesões graves e, por vezes, fatais a cada ano e aumentam em muito a morbidade e a mortalidade dos trabalhadores envolvidos. As quedas de altura são verticais que ocasionam brusca desaceleração vertical do corpo, com forte impacto sobre uma superfície, que pode ter várias características diferentes. Para a proteção, um dos equipamentos é o cinturão de segurança tipo abdominal que envolve no mínimo a cintura do usuário, ajustável, com elemento (s) de engate ao (s) qual (is) é fixado o talabarte de segurança para posicionamento e restrição. O cinturão de segurança tipo paraquedista é um componente de um sistema de proteção contra queda, constituído por um dispositivo preso ao corpo, destinado a deter uma queda. Pode consistir em fitas, ajustadores, fivelas e outros elementos, dispostos e acomodados de forma adequada e ergonômica sobre o corpo de uma pessoa, para sustentá-la em posicionamento, restrição, suspensão e sustentação, durante uma queda e depois de sua detenção.

Da Redação – 

O trabalho em altura significa trabalho em qualquer lugar onde, se não forem tomadas precauções, uma pessoa possa cair a uma distância que possa causar ferimentos. Dessa forma, trabalha-se em altura se i trabalho está sendo feito acima do nível do solo/piso e pode-se cair de uma borda, por meio de uma abertura ou superfície frágil ou se pode cair do nível do solo para uma abertura no chão ou um buraco no chão.

O trabalho em altura não inclui escorregões ou tropeções no nível, pois uma queda da altura envolve uma queda de um nível para um nível inferior, nem inclui subir e descer uma escada permanente em um edifício. Esse tipo de atividade apresenta riscos ao trabalhador que podem ser fatais, por isso é importante seguir à risca todas as recomendações para que o trabalho em altura possa ser realizado da forma correta.

É essencial que os trabalhadores estejam devidamente treinados e habilitados para executar o trabalho e que tanto empregado quanto empregador respeitem os procedimentos determinados pelas normas técnicas e regulamentadoras. Em consequência, todo trabalho em altura deve ser planejado, organizado e executado por trabalhador capacitado e autorizado.

Considera-se trabalhador autorizado para trabalho em altura aquele capacitado, cujo estado de saúde foi avaliado, tendo sido considerado apto para executar essa atividade e que possua anuência formal da empresa. Ou seja, é necessário cumprir três requisito...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica