Publicado em 28 Jul 2020

Como garantir a segurança digital no ambiente da indústria 4.0

Redação

Dentro da operação de fabricação, a mistura de tecnologia da informação e tecnologia operacional expõe as superfícies de ataque adicionais. Os robôs industriais são um exemplo claro. Eles são máquinas de precisão incansáveis e programadas para executar tarefas exigentes de forma rápida e perfeita.

Marisa Travaglin – 

Imagine o seguinte cenário: você pede para a Alexa ligar a TV e ela responde faça você mesmo. Isso poderia acontecer milhões de vezes a não ser que as pessoas tomem medidas para proteger seus dispositivos IoT. A situação é ainda pior em ambientes industriais. A manufatura inteligente, ou seja, a indústria 4.0, depende de uma forte integração entre sistemas de tecnologia da informação (TI) e sistemas de tecnologia operacional (TO).

O software de planejamento de recursos empresariais (ERP) evoluiu para sistemas de gerenciamento de cadeia de suprimentos (SCM), alcançando todos os limites organizacionais e nacionais para reunir todas as formas de insumos, separando o desenvolvimento e a produção de subcomponentes e entregando produtos acabados, pagamentos, e recursos em uma tela global.

Cada uma dessas sinergias cumpre um objetivo de negócio: otimizar recursos escassos em diversas fontes; minimizar as despesas de manufatura, transporte e armazenamento em todas as regiões; preservar a continuidade das operações diversificando os fornecedores; maximizar as vendas entre vários canais de entrega.

A cadeia de suprimentos inclui não apenas matérias primas para fabricação, mas também fornecedores terceiros de componentes, pessoal terceirizado para funções de negócios não essenciais, software de código aberto para otimizar os custos de desenvolvimento e subcontratados para cumprir o projeto especializado, tarefas de ...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica