Publicado em 10 Nov 2020

Inovação aberta é essencial para a sobrevivência empresarial

Redação

Para que a inovação tenha um verdadeiro impacto nos negócios e na transformação digital é necessário democratizar a inovação interna. Ou seja, empoderar os colaboradores, transformando-os em empreendedores internos por meio de mecanismos para incentivar, recompensar, compartilhar e estimular. Neste modelo, denominado intraempreendedorismo, cria-se um ambiente que incentiva a participação dos colaboradores no processo de inovação.

Maximiliano Cortés – 

A inovação por si só é uma fortaleza e multiplica seu valor quando feita de forma constante. Muitas empresas perceberam neste período de pandemia que, caso tivessem processos contínuos de inovação, estariam melhores preparadas para enfrentar a crise atual.

Algumas empresas ainda não iniciaram seu processo de inovação, deixando de lado os benefícios concretos. A chave não é congelar, mas sim colocar em movimento e tomar decisões para provocar a inovação na organização de forma orgânica, horizontal, multidisciplinar e sistemática.

A principal mudança que ocorre é social. O novo normal terá novos hábitos de consumo e organizacionais. O home office definitivamente adquire um novo status no mundo pós-pandêmico e este cenário está forçando a mudança nos modelos de negócios de muitas empresas.

Embora a atenção pessoal continue a ser fundamental e insubstituível, começará uma nova etapa, muito mais globalizada, cujas tecnologia, comunicação e cultura de inovação terão papéis ainda mais relevantes. Sob essa premissa, o foco deve ser promover a inovação interna, transformar a cultura organizaciona...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica