Publicado em 19 Jan 2021

Os requisitos ambientais dos sistemas de refrigeração

Redação

Um sistema de refrigeração envolve um conjunto de equipamento utilizado para produzir e manter uma temperatura abaixo da temperatura do ambiente em espaços, objetos, ou substâncias para ser arrefecidas. Para uma substância passar do estado líquido para o gasoso é necessário que lhe seja fornecido calor durante um certo período, até que se atinja a sua temperatura de evaporação. Portanto, ao evaporar, a substância retira o calor de um ambiente ou de um corpo, o fluxo de calor sempre ocorre da fonte quente para a fonte fria, logo quanto maior a diferença de temperatura entre as fontes, maior será o fluxo de calor. Assim, é de grande importância que esse transporte de calor se dê de modo eficiente, com um mínimo de perdas. O sistema de refrigeração é um sistema fechado aonde a temperatura em que o refrigerante se evapora ou se condensa é controlada pela pressão. Portanto a pressão deste sistema fechado é regulada para controlar as temperaturas de evaporação e de condensação do refrigerante. Por isso, deve-se entender os requisitos para aspectos de segurança e ambientais em relação à operação, manutenção e reparo de sistemas de refrigeração, recolhimento, reutilização e descarte de todos os tipos de fluidos refrigerante, óleo lubrificante, fluido de transferência de calor, sistema de refrigeração e parte deles. Estes requisitos destinam-se a minimizar os riscos de ferimentos a pessoas e de danos à propriedade e ao meio ambiente, resultantes do manuseio inadequado dos fluidos refrigerantes ou de contaminantes que levem à quebra do sistema e à consequente emissão do fluido refrigerante.

Para que se possa entender melhor o comportamento de um fluido refrigerante no sistema, é necessário que se compreenda primeiro quais são as etapas do ciclo de refrigeração. Neste ciclo, o fluido refrigerante passa por uma série de processos termodinâmicos em diferentes componentes do sistema de refrigeração: evaporador, compressor, condensador e válvula de expansão.

O evaporador é um trocador de calor que permite a troca térmica entre o fluido refrigerante e o ambiente refrigerado. Nele, ocorre a evaporação do fluido refrigerante, sendo que o fluido na fase gasosa é superaquecido e conduzido ao compressor - este superaquecimento acontece para garantir que não haja fluido refrigerante na fase líquida no compressor. Após passar pelo compressor, o fluido segue para o condensador, que troca calor com o meio externo do sistema, resultando na condensação do fluido refrigerante.

Deve-se lembrar que a condensação é possível devido ao aumento da pressão. Já na saída do condensador há o resfriamento, etapa na qual 100% do fluido que vai para a válvula de expansão se encontra na fase líquida. Esse fluido, portanto, após esse processo, dirige-se ao disp...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica