Publicado em 09 Feb 2021

A conformidade das placas para cranioplastia não moldáveis

Redação

A cranioplastia é a correção cirúrgica de um defeito ósseo do crânio resultante de uma operação ou lesão anterior. Existem diferentes tipos de cranioplastias, mas a maioria envolve levantar o couro cabeludo e restaurar o contorno do crânio com a peça original do crânio ou um enxerto com contorno personalizado feito de materiais como titânio (placa ou malha); substituto ósseo sintético (na forma líquida); e biomaterial sólido (implante pré-fabricado personalizado para combinar com o contorno e formato exatos do crânio). Uma placa para cranioplastia é aquela projetada para substituir parte do neurocrânio, incluindo os ossos frontais, parietal, esfenoidal, temporal, occipital e etmoidal. Os métodos convencionais de cranioplastia, que têm sido usados por neurocirurgiões há mais de 100 anos, envolvem a remoção de todas as cinco camadas do couro cabeludo para colocar o osso remanescente ou implante personalizado no local craniano adequado. Para a cranioplastia pericranial onlay, uma técnica mais recente, o cirurgião puxa suavemente apenas as três camadas superiores do couro cabeludo e insere o osso ou implante entre as camadas inferiores do couro cabeludo protegendo o cérebro. Este tipo de procedimento de cranioplastia é mais seguro e menos invasivo. Deve-se entender os parâmetros gerais para o desenvolvimento de placas para cranioplastia não moldáveis destinadas à recuperação ou à cobertura de furos, defeitos ou deficiências no neurocrânio, conforme as necessidades anatômicas e fisiológicas específicas do paciente e que apresentem contato direto com a dura-máter que é a mais externa, espessa e fibrosa das três membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal.

Da Redação – 

Segundo os especialistas, a cranioplastia pode ser realizada por qualquer um dos motivos descritos a seguir. Para a proteção em certos lugares, pois um defeito craniano pode deixar o cérebro vulnerável a danos. A cranioplastia pode melhorar a função neurológica de alguns pacientes. Em alguns casos, um implante craniano personalizado é projetado com antecedência para ajudar o cirurgião a obter uma forma e um resultado ideais, bem como para abrigar neuro tecnologias incorporadas.

Para estética em que um defeito craniano perceptível pode afetar a aparência e a confiança do paciente e para as dores de cabeça, já que ela pode reduzir as dores de cabeça devido a uma cirurgia ou lesão anterior. Antes da cranioplastia, o médico precisa saber se o paciente tem algum problema de saúde, incluindo problemas de coagulação do sangue. Se sim, deve tomar anticoagulantes, como varfarina, aspirina ou anti-inflamatórios. Se tem alergia a algum medicamento ou outras substâncias.

Na sala de cirurgia, o paciente recebe uma anestesia geral. Quando estiver dormindo, a equipe o posicionará de forma que os cirurgiões tenham um...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica