Publicado em 02 jul 2019

A proteção para o trabalho em altura

Redação

As quedas com diferença de nível têm sido uma das principais causas de acidentes de trabalho graves e fatais do mundo, sendo que no Brasil é a principal causa de mortes. Esses acidentes de trabalho provocados por quedas em altura estão relacionados principalmente à ausência de proteções coletivas e procedimentos que visem à eliminação do perigo e até a capacitação e treinamento dos trabalhadores envolvidos nas atividades laborais. Há normas técnicas que, se fossem obrigatoriamente cumpridas, poderiam estabelecer os requisitos mínimos e as medidas de proteção para o trabalho em altura, envolvendo o planejamento, a organização e a execução, de forma a garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores envolvidos direta ou indiretamente com esta atividade.

Esperança

Mario Quintana

quintana

Lá bem no alto do décimo segundo andar do Ano

Vive uma louca chamada Esperança

E ela pensa que quando todas as sirenas

Todas as buzinas

Todos os reco-recos tocarem

Atira-se

E — ó delicioso voo!

Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada,

Outra vez criança…

E em torno dela indagará o povo:

— Como é teu nome, meninazinha de olhos verdes?

E ela lhes dirá

(É preciso dizer-lhes tudo de novo!)

Ela lhes dirá bem devagarinho, para que não esqueçam:

— O meu nome é ES-PE-RAN-ÇA…
altura3Hayrton Rodrigues do Prado Filho –

Considera-se trabalho em altura toda atividade executada acima de 2 m do nível inferior, onde haja risco de queda. Algumas das principais causas de queda com diferença de nível no ambiente de trabalho são: desorganização e/ou falta de limpeza no local; falta ou uso inadequado de Equipamentos de Proteção Individual (EPI); ausência de manutenção ou utilizaç...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica