Publicado em 14 Apr 2020

Whistleblowing: a denúncia como prática ética

Redação

Para a promoção da ética organizacional, as corporações têm adotado programas de integridade que englobam as etapas de prevenção, detecção e resposta. Se, na prevenção, os elementos adotados são o estabelecimento de políticas, códigos e treinamentos relacionados à ética, conformidade e integridade, na detecção, o instrumento mais comum é o canal de denúncia.

Dalton Sardenberg e Rosângela Ayres - 

Dentre as diversas correntes filosóficas, podemos definir objetivamente a ética como a preocupação com os julgamentos morais envolvidos na tomada de decisão, sobre o que é certo ou errado, bom ou ruim, pressupondo, portanto, a existência de padrões morais que influenciem o bem-estar humano. Por sua vez, a organização deve ser compreendida como uma unidade social, formada por um agrupamento humano, construída com a finalidade de atingir objetivos específicos.

Dessa forma, a ética organizacional se refere aos padrões e princípios assumidos pelos indivíduos dentro de uma estrutura corporativa, a fim de evitar comportamentos prejudiciais e promover um ambiente de justiça, confiança, honestidade e respeito. Para a promoção da ética organizacional, as corporações têm adotado programas de integridade que englobam as etapas de prevenção, detecção e resposta.

Se, na prevenção, os elementos adotados são o estabelecimento de políticas, códigos e treinamentos relacionados à ética, conformidade e integridade, na detecção, o instrumento mais comum é o canal de denúncia. No entanto, sua efetividade depende da decisão dos colaboradores de utilizá-lo para registrar irregularidades praticadas contra a empresa em que trabalham, ou órgãos externos, de ilícitos cometidos pela própria organização.

Essa predisposição em denunciar poderá, no entanto, ser influenciada pela visão do colaborador sobre a flexibili...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica