Publicado em 01 Sep 2020

Os riscos das embalagens vazias de agrotóxicos

Redação

A má gestão de recipientes vazios de agrotóxicos representa um risco para o meio ambiente e para a saúde das pessoas. Isso vem motivando a promoção de políticas e diretrizes internacionais para mitigar esses problemas. Apesar dessas diretrizes, a atenção para este problema ainda é inadequada em muitos países. Onde quer que agrotóxicos sejam usados, recipientes vazios são gerados. Obviamente, nenhum país pode eliminar o problema de recipientes de agrotóxicos usados em uma única ou mesmo em uma série de operações de descarte. É um problema contínuo que representa uma séria ameaça ao meio ambiente e à saúde pública. Em muitos países em desenvolvimento, os recipientes vazios de agrotóxicos são propriedades altamente valorizadas, pois, embora seja geralmente impossível remover todos os vestígios de produtos químicos tóxicos das embalagens, as pessoas costumam usá-los para armazenar combustível ou mesmo comida e água. Essa é claramente uma prática insegura que deve ser desencorajada. Quando são tomadas medidas para descartar os recipientes, geralmente não são apropriadas. Por exemplo, muitos fornecedores de agrotóxicos e autoridades nacionais recomendam o enterro ou a queima de resíduos de agrotóxicos e recipientes vazios. Mas os resíduos químicos enterrados podem contaminar o solo e as águas subterrâneas, enquanto a queima de agrotóxicos e recipientes libera vapores altamente tóxicos. Frequentemente, os recipientes vazios e materiais contaminados são despejados em aterros ou em outros locais de coleta geral de resíduos. A maioria desses locais não é projetada para impedir que materiais tóxicos vazem para o solo ou sejam levados pela água da chuva em corpos d'água. Espera-se que os fabricantes e distribuidores de agrotóxicos ofereçam instalações que permitam aos usuários descartar com segurança recipientes vazios e resíduos de agrotóxicos. As autoridades nacionais e locais também devem ajudar no descarte de resíduos relacionados a agrotóxicos de agricultores e famílias. Eles podem fazer isso estabelecendo esquemas para coletar pequenas quantidades de agrotóxicos, recipientes usados e materiais contaminados. Deve-se entender os procedimentos para a correta e segura destinação final das embalagens de agrotóxico.

Hayrton Rodrigues do Prado Filho – 

Na agricultura, atitudes como o descarte incorreto de embalagens com agrotóxicos prejudicam a saúde dos seres humanos e podem também acarretar a contaminação de solo, mananciais e rios. É necessário, primeiro, esvaziar completamente as embalagens no tanque do pulverizador. Depois, deve-se adicionar água limpa em até um quarto do volume do frasco, tampe e agite por 30 segundos. Esta água também deve ser jogada no tanque do pulverizador. Repita a operação três vezes. Ela é chamada de tríplice lavagem.

Após passarem pelo processo de lavagem, todas as embalagens devem ser inutilizadas (danificadas para que não sejam usadas como recipiente novamente). Para isso, corte o fundo da embalagem ou faça furos no fundo, atentando para ter a certeza de que ela não terá mais utilidade. Armazene os frascos lavados e inutilizados em um local adequado e verifique com o revendedor do produto se ele pode recolher as embalagens, ou se você deve levá-las até um local indicado, geralmente um posto de recebimento ou na própria loja, respeitando a exigência de até um ano. Deve-se fazer a devolução de recipientes e todos eles – diretamente ou através da revenda – devem seguir para uma central de recebimento. As embalagens passam por um novo tratamento e de lá, seguem em blocos compactados e prensados para as indústrias recicladoras.

Os vendedores devem informar aos agricultores sobre os procedimentos de lavagem, armazena...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica