Publicado em 24 Nov 2020

Iluminação em LED garante assertividade em processos logísticos

Redação

Em comparação com as tecnologias tradicionais, os equipamentos em LED apresentam baixo risco de manuseio, pois não possuem partes vivas/energizadas ao acesso dos usuários (como é o caso das lâmpadas) e exigem quase nenhuma manutenção. Em relação à sua eficiência, essa também leva vantagem, uma vez que converte quase toda a energia elétrica consumida em luz, dissipando muito pouco calor no ambiente, além de não emitir raios ultravioleta ou infravermelho. Essas vantagens só reforçam como é possível garantir o bem-estar e a segurança dos colaboradores, além de um aumento na produtividade dos estabelecimentos.

Rodrigo Travi – 

O mercado de varejo é o que mais investe em espaços e tecnologias para compor Centros de Distribuição mais estruturados. Segundo dados de 2019 da empresa CBRE, uma das principais consultorias internacionais especializadas no segmento, o Brasil conta atualmente com 1,4 milhão de m² de condomínios logísticos construídos por ano, um total médio de 625 galpões em todo o território nacional.

A demanda é grande e o uso de galpões tem se popularizado nos últimos anos, principalmente com o aumento do comércio eletrônico. Entretanto, os espaços destinados ao armazenamento e logística de produtos requerem atenção redobrada, principalmente nos quesitos que englobam segurança e organização.

Para garantir esses pontos, um dos primeiros e principais itens a serem levados em consideração na hora do checklist são os sistemas de iluminação. Estruturar um centro de distribuição com um sistema de luminosidade eficiente, de fácil operação e inteligente, possibilita a assertividade e ganhos em muitas operações que acontecem nesses ambientes.

Afinal, quanto mais fácil for o acesso e a visibilidade do que é armazen...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica