Publicado em 19 Jan 2021

A execução de um levantamento topográfico conforme a norma técnica

Redação

Um levantamento topográfico é o conjunto de métodos e processos que, através de medições de ângulos horizontais e verticais, de distâncias horizontais, verticais e inclinadas, com instrumental adequado à exatidão pretendida, primordialmente, implanta e materializa pontos de apoio no terreno, determinando suas coordenadas topográficas. A estes pontos se relacionam os pontos de detalhes visando à sua exata representação planimétrica numa escala predeterminada e à sua representação altimétrica por intermédio de curvas de nível, com equidistância também predeterminada e/ou pontos cotados. O verdadeiro nascimento da topografia veio da necessidade de o homem ter conhecimento do meio em que vive. Este desenvolvimento ocorreu desde os primeiros mapas elaborados por civilizações antigas, que tinham o intuito de representar o local onde deveriam caçar ou para onde se deslocar e mais adiante com a navegação, as guerras, ou seja, próprio instinto de sobrevivência do ser humano o levou a expansão da topografia. A sua definição parte da própria palavra, a qual é derivada de duas palavras gregas, sendo elas topos que significa lugar e graphen que denota descrição, ou seja, a descrição de um lugar. Basicamente, além de ser considerada uma ciência, principalmente quando aliada a geodésia, tem a sua finalidade e aplicabilidade em diversas áreas de estudo como, por exemplo, estudos e levantamentos desenvolvidos por geólogos, geofísicos, engenheiros, arquitetos, agrônomos, etc. Isso em virtude de que o que se executa em superfície está vinculado a como se encontra a superfície e dessa forma como se devemos representá-la nos trabalhos e projetos. O levantamento planimétrico é aquele em que são adquiridos, em campo, as leituras de ângulos e distâncias, a fim de que se possa determinar os pontos e as feições do terreno que serão projetados sobre um plano horizontal de referência por meio de suas coordenadas X e Y (representação bidimensional). Já o levantamento altimétrico é desenvolvido a partir da tomada de ângulos e/ou distâncias com o objetivo de determinar as feições morfométricas do terreno em questão, estando relacionados a um plano de referência vertical ou de nível através de suas coordenadas Z vinculadas às X e Y (representação tridimensional), como em um perfil topográfico, por exemplo. Deve-se compreender os conceitos normativos para a execução de levantamento topográfico destinado a obter: conhecimento geral do terreno; informações sobre o terreno destinadas a estudos preliminares de projetos; informações sobre o terreno destinadas a anteprojetos ou projetos básicos; informações sobre o terreno destinadas a projetos executivos.

Da Redação – 

A primeira etapa em qualquer projeto de obra é o levantamento topográfico, responsável por dar a forma e outras características do terreno analisado. Trata-se de um conjunto de medições feitas em um terreno com a finalidade de representar todos os acidentes geográficos e todas as medidas entre pontos notáveis em uma planta ou carta. Podendo incluir objetos naturais, como árvores e lagos ou artificiais, como edifícios, muros, ruas, calçadas, postes, entre outros.

Existem dois tipos de levantamentos. O planimétrico também conhecido como planimetria, que é caracterizado por representar apenas horizontalmente uma área. Sendo assim, é usado para estabelecer limites de um terreno e/ou edificações. O planialtimétrico ressalta a diferença de nível presente em um relevo, registrando seu grau de declividade. A representação é feita através de curvas de nível, que ligam diferentes pontos que possuem a mesma altura dentro da área levantada.

Este tipo de levantamento, de forma geral, fornece as informações precisas para permitir que cada etapa seja feita corretamente, dentro do prazo e do orçamento inicial. Por ta...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica