Publicado em 01 Dec 2020

O projeto adequado de um sistema de sinalização de emergência

Redação

Pode-se afirmar que a sinalização básica é um conjunto mínimo de sinalização que uma edificação apresenta, constituído por quatro categorias, de acordo com a sua função: proibição, alerta, orientação ou salvamento e equipamentos. A sinalização de segurança é a que fornece uma mensagem de segurança, obtida por uma combinação de cor e forma geométrica, à qual é atribuída uma mensagem específica de segurança ou pela adição de um símbolo gráfico, executado com cor de contraste. Um sistema de orientação de rotas de saída tem o objetivo é oferecer informação exata e conspícua permitindo o abandono de uma área ocupada durante uma emergência, ao longo das rotas de saída, é caracterizado pelo uso de sinais e marcações fotoluminescentes que permitam a sua visualização em qualquer circunstância. Já a sinalização de nível superior é a parte do sistema de sinalização constituída por sinais e marcações de segurança instaladas ao nível do teto ou a uma altura não inferior a 1,80 m do pavimento acabado, a sinalização de orientação e salvamento visa indicar as rotas de saída e as ações necessárias para o seu acesso e uso adequado, e a sinalização de proibição visa proibir e coibir ações capazes de conduzir ao início do incêndio ou ao seu agravamento, e proibições que evitem determinados riscos aos usuários da edificação. Dessa forma, deve-se compreender os requisitos para projetos, fabricação, instalação, classificação, aceitação, manutenção e métodos de ensaio para sistema de sinalização de emergência, prevenção e proteção contra incêndio e situações de emergência.

Da Redação – 

Deve-se destacar que a aceitação do sistema de sinalização deve ser conduzida sob responsabilidade de profissional habilitado, distinto do projetista e do instalador do sistema, visando verificar, no sistema instalado, o atendimento aos requisitos normativos e aos parâmetros estabelecidos no projeto executivo do sistema. O profissional mencionado deve verificar se os resultados obtidos nas atividades realizadas na verificação do atendimento ao projeto e inspeção inicial para liberação de uso e operação estão em conformidade com o projeto, informando se o sistema está liberado para o uso e operação.

Caso não ocorra o atendimento aos critérios estabelecidos em alguma das atividades previstas, devem ser realizadas as correções necessárias na instalação do sistema. Após a regularização das ocorrências, deve-se novamente realizar as atividades previstas até o atendimento de todos os seus requisitos. Caso tenha ocorrido modificações na edificação, em relação ao seu projeto inicial, que promovam alterações no sistema de sinalização, o responsável pela aceitação técnica deve se certificar que o projeto e a implemen...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica